Marcelo Tas deixa o CQC no fim do ano: “Há hora para tudo, inclusive para encerrar uma jornada”

Apresentador ficou quase sete anos à frente do programa da Band

Redação Publicado em 04/11/2014, às 19h49 - Atualizado às 20h43

Marcelo Tas

Ver Galeria
(2 imagens)

O jornalista Marcelo Tas anunciou no blog dele – em postagem compartilhada na página oficial no Facebook – que deixará o CQC, programa no qual ele é apresentador, no fim deste ano. Tas ficou quase sete anos à frente da edição brasileira da franquia, cujos episódios são exibidos às segundas pela Band.

Edição 27 (capa) – Tá Rindo do Quê?

“Tive uma conversa franca e tranquila com meus colegas e com a direção da Band. Desde o final do ano passado, estou amadurecendo uma decisão que divido agora com vocês: vou deixar o CQC no final do ano”, disse ele, acrescentando que escreveu o texto na madrugada de terça, logo após a transmissão do programa. “Foi um árduo e longo processo para chegar até as profundezas do óbvio: há hora para tudo, inclusive para iniciar e encerrar uma jornada”.

Tas admite que “não foi uma decisão fácil”, levando em conta que ele foi contratado pela emissora em novembro de 2007, tendo o CQC estreado em março de 2008. “Tenho a consciência de ter oferecido alguma contribuição para o projeto que revelou talentos e virou referência para o humor e o telejornalismo brasileiros”, segue o apresentador.

Edição 73 – P&R – Marcelo Tas.

Em uma irônica “carta de repúdio” divulgada à imprensa, o humorista Oscar Filho, comentou a saída do apresentador. “Se hoje sou reconhecido nas ruas, além de ser pelo meu trabalho, também é muito por sua causa”, afirmou o repórter do CQC. “Você emprestou seu prestigio pessoal pra alavancar o programa e, indiretamente, a mim”.

“Por algumas vezes, quando acontece isso, penso: caraca, o Tas é o cara que fez um sucesso enorme com o Professor Tibúrcio há décadas e, depois de tanto tempo, em outro momento da vida, ele volta a se destacar com algo que não tem absolutamente nada a ver com aquele personagem”, segue Filho. “Sem falar no poderoso Ernesto Varela, personagem que conheci e nem me passava pela cabeça que trabalharia com o seu criador”.

Edição 56 (perfil) – A Graça de um Herege.

O CQC já está confirmado para continuar em 2015 e, de acordo com o jornalista José Armando Vannucci, em seu blog na Jovem Pan, o ator Dan Stulbach é o mais cotado para assumir o comando do programa. O CQC segue apresentado por Marcelo Tas até o último programa do ano.

Publicação by Marcelo Tas.