Pulse

Maria Rita cantará faixas eternizadas na voz de Elis Regina em série de shows

Cantora homenageará a mãe em 2012, ano em que serão completados 30 anos da morte da artista

Redação Publicado em 08/11/2011, às 11h52 - Atualizado às 15h26

Maria Rita
Foto: Vicente de Paulo/Divulgação

Atualizada em 8 de novembro, às 15h07

Pela primeira vez em sua carreira Maria Rita cantará músicas de sua mãe, a lendária cantora Elis Regina (foto). As informações foram divulgadas em uma entrevista coletiva de imprensa realizada nesta terça, 8.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O ano de 2012 marca as três décadas da morte de Elis, e Maria Rita realizará uma série de shows - todos gratuitos - cujo repertório, ainda não revelado, contará com clássicas canções interpretadas pela diva da música nacional nos anos 60 e 70. As apresentações passarão por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre, com patrocínio de uma marca de cosméticos - o primeiro show acontecerá em março de 2012, mês do aniversário de Elis (ela nasceu em 17 de março de 1945). Os locais ainda não foram divulgados uma vez que o projeto ainda se encontra em processo de negociação, mas a ideia é que aconteçam em parques ou locais abertos para que mais pessoas possam comparecer.

As homenagens não param por aí. Será lançado um site, o elisregina.com, no qual haverá conteúdos exclusivos, entre eles depoimentos em vídeo de amigos da cantora (como Nelson Motta, Jô Soares, Marília Pêra e Fagner). Um livro sobre a trajetória de Elis está sendo preparado e terá distribuição gratuita e uma exposição itinerante será realizada nas cidades onde acontecerão os shows de Maria Rita. Farão parte da exposição fotos raras, entrevistas de televisão e rádio, figurinos marcantes, imagens de performances a vivo, entre outras coisas.

"Trata-se de uma homenagem, não de um projeto especial", explicou Maria Rita, que não tem intenção de fazer com que os shows rendam a gravação de um CD ou DVD. "A gente está pensando em fazer algo assim há muito tempo", contou João Marcello Bôscoli, também filho de Elis. "Maria Rita cantar Elis não é um tabu. Ela preferiu construir a carreira dela independente da mãe, mas nunca descartou fazer algo assim no momento certo", disse ainda. Maria Rita complementou que "sempre teve essa homenagem dentro de si" e que nunca se incomodou com comparações em relação à mãe, que acha natural. "Apenas rejeitava títulos de quer estaria tentando substituí-la."