Marilyn Manson é desligado de gravadora após denúncia de abuso

Loma Vista Recordings informou que não promoverá mais o novo álbum do cantor e não trabalhará com ele em projetos futuros

Redação Publicado em 02/02/2021, às 09h02

None
Marilyn Manson (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

Marilyn Manson foi desligado de sua gravadora, a Loma Vista Recordings, após ser acusado de abuso por Evan Rachel Wood, atriz e ex-namorada do cantor entre 2006 e 2010. 

Segundo o The Hollywood Reporter, a Loma Vista Recordings informou que não vai mais promover o recente álbum de Marilyn Manson, We Are Chaos (2020), assim como não vai mais trabalhar em projetos futuros com o músico. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson 'começou a me aliciar quando era adolescente e me abusou terrivelmente durante anos', diz Evan Rachel Wood

"À luz das alegações perturbadoras de Evan Rachel Wood e outras mulheres nomeando Marilyn Manson como seu abusador, Loma Vista deixará de promover seu álbum atual, com efeito imediato. Devido a esses desenvolvimentos preocupantes, também decidimos não trabalhar com Marilyn Manson em qualquer projeto futuro," disse a gravadora ao site. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Através das redes sociais, Evan Rachel Wood acusou Marilyn Manson de tê-la aliciado desde adolescência e abusado "terrivelmente" por anos. A atriz já havia falado sobre ter sobrevivido à violência doméstica, mas até então não tinha revelado nenhum nome. 

"O nome do meu agressor é Brian Warner, conhecido mundialmente como Marilyn Manson", escreveu Wood. “Começou a me aliciar quando eu era adolescente e abusou terrivelmente de mim durante anos. Fui submetida a lavagem cerebral e manipulada até a submissão. Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem." 

+++LEIA MAIS: John Dolmayan, do System of a Down, diz que foi 'cancelado' por ser de direita - e criticou Black Lives Matter

A atriz ainda afirmou que fez a postagem para "expor este homem perigoso" e também "convocar as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele arruíne mais vidas." Evan Rachel Wood finalizou: "Fico com as muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio."

Segundo o site The Independent, após a acusação de Wood, outras quatro mulheres relataram abusos sofridos por Marilyn Manson.


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL


+++MAIS SOBRE MARILYN MANSON: 5 momentos bizarros do cantor

 

Fã de Anton Lavey

Marilyn Manson é, muitas vezes, chamado de e o Anticristo do Rock - e o motivo é a admiração por Anton LaVey, fundador da Igreja de Satã, que nomeou o cantor como um reverendo honorário.

Apesar da admiração por LaVey, o artista declarou anteriormente em entrevista ao Beliefnet que não é adorador do demônio: “Isso só poderia ser verdade se eu me considerasse ser o diabo, porque eu tendo a ser narcisista e acredito na minha própria força e identidade. Acho que Deus é o que existe no que você cria. A arte é a única coisa espiritual no mundo”.

+++LEIA MAIS: 5 bandas de rock que foram banidas pela Igreja


Afastar paparazzi

Em 2012, Marilyn Manson deu um jeito de afastar os paparazzi: O músico pintou a palavra “fuck” no rosto enquanto esperava na fila do aeroporto. Segundo o Huffpost, o artista explicou na hora que a palavra não era direcionada a ninguém na fila, mas aos paparazzi, para que “eles não pudessem vender as fotos que tirassem dele”.


Sexo com cueca nos tornozelos

Pode não parecer, mas Marilyn Manson é uma pessoa tímida - pelo menos é o que ele diz. Em entrevista à Rolling Stone EUA, o músico explicou que só consegue fazer sexo com as luzes apagadas, e ainda: ele tem fobia da casa dele pegar fogo, por isso tem relações sexuais com a cueca no tornozelo. Assim, se houver fogo, ele não estará pelado.

+++ LEIA MAIS: 5 artistas que não existiriam sem David Bowie: Marilyn Manson, Madonna e mais


Coleção de ossos

Um dos hobbies de Manson é acumular alguns itens peculiares, como próteses e partes falsas do corpo. Contudo, o cantor também coleciona itens ainda mais bizarros, incluindo ossos de verdade e um feto humano, que, segundo entrevista do músico a David Letterma, foi um presente. 


Pintura para cadáveres

Em entrevista à MTV, Manson revelou que a maquiagem dele é feita normalmente com uma lata infantil de Alice no País das Maravilhas, mas não é só. Segundo o músico, ele também usa um kit de pintura dos anos 1920 originalmente feito para retocar cadáveres.