Mark Ruffalo conta como era filmar como o Hulk no MCU: “Humilhante”

“Eles vestiam as fantasias de super-heróis maneiras deles enquanto eu vestia pijamas ridículos”, contou o ator sobre os processos de filmagem

Redação Publicado em 05/12/2019, às 08h19

None
Mark Ruffalo como Hulk em Thor: Ragnarok (foto: reprodução/ Marvel)

Mark Ruffalo, o intérprete do Hulk no MCU, disse que viver o gigante esmeralda pode ser bem constrangedor às vezes, principalmente por causa da estranha roupa de captura de movimentos que ele precisa vestir nas gravações.

“Era tão humilhante”, descreveu Ruffalo, rindo, em uma entrevista à revista GQ. ”Todos os atores davam risada de mim aonde quer que eu fosse porque eles vestiam as fantasias de super-heróis maneiras deles e eu vestia pijamas ridículos que me faziam parecer um tabuleiro de jogo chinês.”

+++LEIA MAIS: Astro de Vingadores, Mark Ruffalo critica Bolsonaro após acusações contra Leonardo DiCaprio

O ator de 52 anos se referia ao collant de captura de movimentos que ele precisava vestir para que a pós-produção o transformasse no Hulk posteriormente. Ele também contou uma história de como Robert Downey Jr., o Homem de Ferro, aprendeu o quão constrangedor era usar a roupa.

“Então, tinha uma cena em Os Vingadores que o Hulk segura Downey (Tony Stark) enquanto ele cai inconsciente do buraco de minhoca. Ele coloca ele no chão e ruge para acordá-lo. Nessa hora eu fiz isso vestindo o collant, e o Robert apenas abriu um olho e disse: ‘Sério mesmo, Ruffalo? É isso mesmo que você vai fazer?’.”

+++LEIA MAIS: Bebê Yoda se junta aos Vingadores e enfrenta Thanos em edição de fã; assista

“E foi desse jeito sempre! Mas, no último filme [Vingadores: Ultimato]  ele chegou em mim e disse: ‘Eu tenho muita compaixão por você. Agora eu vejo como é difícil para você andar por aí o dia inteiro nesse collant”, contou Mark Ruffalo.

Downey aprendeu como era constrangedor usar a roupa de captura de movimentos, pois ao longo dos anos o traje do Homem de Ferro ficava com cada vez menos elementos de figurino para vestir (como a máscara e as luvas) e migrou para computação gráfica. Em Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Ultimato, ele também vestiu exclusivamente o “pijama” de captura de movimentos.


+++ TRÊS DICAS PARA NÃO SER UM 'SACO DE VACILO', POR HOT E OREIA