Mary Austin, namorada de Freddie Mercury, passou cinco anos sem entrar no quarto do cantor

Quando o ícone do Queen morreu, Austin morou na luxuosa casa em que ele morava

Redação Publicado em 13/12/2019, às 11h27

None
Mary Austin e Freddie Mercury (Foto: Reprodução)

Quando Freddie Mercury morreu, a luxuosa casa em que morava ficou para a ex-namorada Mary Austin. Alguns anos depois, ela admitiu em entrevista à OK! Magazine que não entrou no quarto do cantor durante meia década.

Segundo Austin, ela circulava apenas em outros cômodos da casa. 

"Passei tanto tempo com ele doente e havia tantas lembranças naquele quarto, lembranças dele sofrendo", explicou ela.

"Eu vi esse homem muito frágil deitado na própria cama e isso me lembrou de todas as pequenas coisas que eu costumava fazer para ele como pentear o cabelo dele". 

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury explicou por que deixou toda a herança para os gatos e ex-namorada

"Durante esses tempos, eu realmente senti muito amor por ele. Esses eram os momentos que eu lembrava toda vez que olhava para a cama dele.

Austin também contou que sentava todos os dias ao lado da cama do ícone do Queen, ele estando acordado ou não. "Ele me olhava, sorria e dizia: 'Ah, é você, grande fiel'"

+++ LEIA MAIS: Mary Austin, ex-namorada de Freddie Mercury, relembra o momento mais triste que viveu com o cantor antes dele morrer

Mercury e Austin namoraram durante seis anos antes do músico revelar que era bissexual. Ainda assim, eles continuaram a ter um relacionamento próximo até a morte dele em novembro de 1991. 


+++ SCALENE SOBRE RESPIRO: 'UM PASSO PARA TRÁS, RESPIRAR E VER AS COISAS DE UMA FORMA NOVA'