Massacre de Columbine quase destruiu a carreira de Marilyn Manson; entenda

Atentado de 1999 foi relacionado à bandas de metal e 'dark music'

Redação Publicado em 03/02/2021, às 14h05

None
Marilyn Manson em 2003 (Foto: Jon Kopaloff/Getty Images)

O Massacre de Columbine, que resultou na morte de 12 alunos e um professor, aconteceu no dia 20 de abril de 1999. Os estudantes responsáveis pelo crime, Eric Harris e Dylan Klebold, foram apontados como fãs de Marilyn Manson - e isso quase destruiu a carreira do artista. A reportagem é do Aventuras na História

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson 'começou a me aliciar quando era adolescente e me abusou terrivelmente durante anos', diz Evan Rachel Wood

Os dois jovens estadunidenses invadiram a Columbine High School, uma escola no Colorado, nos Estados Unidos. Com ajuda da internet, a dupla criou 99 explosivos, além de adquirir armas de fogo. 

No ataque, Eric Harris e Dylan Klebold atiraram contra alunos, professores e funcionários da escola - 13 pessoas foram mortas e outras 20 ficaram feridas. Mais tarde no mesmo dia, os garotos cometeram suicídio. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson é cortado de American Goods e Creepshow

Com a morte dos garotos, a situação ficou muito mais difícil para a investigação. No entanto, as autoridades descobriram, a partir de depoimentos de testemunhas, que Harris e Klebold eram os alunos mais excluídos da Columbine High School, e eram agredidos verbalmente e fisicamente por outros estudantes, principalmente os que compunham o time de futebol americano. 

Devido à repercussão do massacre, o bullying, leis de controles de armas e gangues norte-americanas passaram a ser o foco de discussões. Temas como internet, uso de antidepressivos por adolescentes e outros também começaram a ser debatidos. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson 'começou a me aliciar quando era adolescente e me abusou terrivelmente durante anos', diz Evan Rachel Wood

As autoridades apontaram músicas góticas, bandas de metal e ‘dark music’ como motivação para o atentado - e isso quase destruiu a carreira de Marilyn Manson. Como lembra o Aventuras na História, tiveram veículos de comunicação que publicaram manchetes sensacionalistas como "Assassinos Eram Adoradores do Maníaco do Rock Manson" e "O Maníaco Adorador do Demônio Disse Para Crianças Matarem".

A partir das notícias, muitas pessoas começaram a pensar que Marilyn Mansonera o único responsável pelo atentado na Columbine High School - por anos, o músico foi parcialmente culpado pelo crime. 

+++LEIA MAIS: 5 momentos mais bizarros de Marilyn Manson

Em entrevista ao The Guardian anos depois, o músico falou que, de fato, com as notícias, os discos dele sofreram uma significativa queda de vendas: “A era Columbine destruiu toda a minha carreira na época.”


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL