Massagista acusa John Travolta de agressão sexual

Esse é o segundo profissional que entra na justiça pedindo indenização pelo mesmo motivo

Redação Publicado em 09/05/2012, às 11h10 - Atualizado às 17h39

John Travolta irá estrelar filme que conta a história da família Gotti
AP

Dois massagistas, cujos nomes não foram revelados, entraram na justiça contra John Travolta pedindo US$ 2 milhões. Eles alegam que, em ocasiões diferentes, foram atacados sexualmente pelo ator. As informações são da agência Reuters.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O segundo massagista, que mora no estado da Geórgia, afirma que Travolta "se esfregou nas suas pernas, tocou sua genitália e tentou iniciar um ato sexual" durante uma sessão de massagem no quarto de hotel do ator em Atlanta, em 28 de janeiro.

Ele se juntou à ação judicial que já estava sendo movida pelo primeiro massagista, do Texas, que diz ter sofrido investidas de Travolta em um hotel de Beverly Hills em 16 de janeiro.

"A segunda alegação 'anônima' é tão absurda e ridícula quanto a primeira", declarou o advogado do ator, Martin Singer. "Nosso cliente será vingado plenamente na corte por ambas essas alegações absurdas e fictícias."

"Vou protocolar por cada vítima", disse o advogado da outra parte, Okorie Okorocha, que afirma que mais vítimas poderão aparecer. "O senhor Travolta tem sido capaz de evadir-se da justiça, e vai desafiá-la comigo, mas não tenho medo."