Massagista retira queixa de assédio sexual contra John Travolta

Ator provou com fotos que não estava no local indicado pela suposta vítima, mas outro homem ainda exige indenização

Redação Publicado em 16/05/2012, às 12h31

John Travolta irá estrelar filme que conta a história da família Gotti
AP

Um dos três homens que acusaram John Travolta de assédio sexual resolveu retirar sua queixa após o ator provar com fotos e recibos que na data indicada pela suposta vítima ele em outro local – não em Los Angeles, mas em Nova York, na costa oposta dos Estados Unidos. As informações são do site TMZ.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O massagista que voltou atrás exigia US$ 2 milhões como indenização. Ele afirmava que, em janeiro, Travolta, durante sessão de massagem em hotel em Beverly Hills, havia o atacado e tentado iniciar atividade sexual com ele.

Se um dos homens retirou o processo, outro ainda mantém a denúncia e continua exigindo uma indenização milionária por uma agressão sexual que Travolta teria cometido também em janeiro, desta vez em Atlanta. Um terceiro acusador afirma que o ator chegou a lhe oferecer US$ 12 mil em troca de sexo durante um cruzeiro em 2009, mas preferiu não levar a queixa ao tribunal.

O advogado do ator afasta qualquer possibilidade de negociação e nega as acusações.