Maurice White, fundador do Earth, Wind & Fire, morre aos 74 anos

Músico sofria com mal de Parkinson e estava em casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos

Redação Publicado em 04/02/2016, às 21h12 - Atualizado às 21h24

Maurice White, fundador do Earth, Wind & Fire
Phil McCarten/AP

O músico Maurice White, um dos fundadores do grupo Earth, Wind & Fire, morreu na última quarta-feira, 3, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Segundo a Associated Press, ele tinha 74 anos e sofria de mal de Parkinson. O irmão dele, Verdine White confirmou a notícia nesta quinta, 4.

“Meu irmão, herói e melhor amigo, Maurice White, morreu pacificamente na noite passada, enquanto dormia”, disse Verdine White, que também é integrante do Earth, Wind & Fire, à AP. “Enquanto o mundo perdeu outro grande músico e lenda, nossa família pede que a privacidade seja respeitada, conforme damos início ao que será uma transição de vida muito difícil para nós. Muito obrigado por todas as orações e bons desejos.”

Maurice White liderou junto ao irmão o Earth, Wind & Fire desde 1969, quando a banda foi formada por ele. Além de vender mais de 90 milhões de discos, o grupo norte-americano de funk, R&B e soul integra hoje em dia o Hall da Fama do Rock and Roll, tendo também seis prêmios Grammy no currículo.

White não saía em turnê com o Earth, Wind & Fire desde 1995, devido aos problemas de saúde já iminentes. Ele revelou publicamente que sofria com o mal de Parkinson na época em que a banda foi introduzida no Hall da Fama do Rock and Roll, no ano 2000. A doença foi decorrência de complicações neurológicas que acompanhavam White desde os anos 1980.

Nascido em Memphis em 1941, White estudou música no conservatório de Chicago e foi baterista de estúdio antes de formar o Earth, Wind & Fire nos anos 1960, em Chicago, nos Estados Unidos. O grupo veio a fazer vasto sucesso nos anos 1970, especialmente com o disco That's The Way of The World, de 1975. Entre as músicas mais conhecidas da banda estão “September”, “Shining Star”, “Serpentine Fire”, “That's the Way of the World” e uma cover de Beatles para a faixa “Got to Get You Into My Life”.