Médico culpado pela morte de Michael Jackson grava mensagem para Paris após tentativa de suicídio; ouça aqui

Conrad Murray usa versos de músicas do pai dela e diz que tentará ajudá-la no que for possível para “aliviar a dor”

Redação Publicado em 06/06/2013, às 12h15 - Atualizado às 12h30

Conrad Murray
AP

Conrad Murray, médico que foi condenado culpado pela morte de Michael Jackson, gravou uma mensagem para Paris Jackson, filha do Rei do Pop de 15 anos. Ela tentou cometer suicídio na madrugada de quarta-feira, 5. As informações são do site TMZ.

“Amo você como um pai ama o filho”, diz ele, em determinado momento da mensagem em áudio gravada por ele através de um telefone pré-pago. Ouça o trecho disponibilizado no player abaixo.

Em 25 de junho de 2009, o mundo perdeu a maior estrela pop que já existiu: Michael Jackson. Relembre a trajetória do astro, dos tempos de Jackson 5 aos ensaios para a temporada de shows This Is It, em grandes reportagens da Rolling Stone.

A mensagem traz versos de letras de músicas de Michael Jackson, como “You Are Not Alone”, “Ain't No Mountain High Enough” e “You've Got a Friend”.

Em outros trechos, Murray é confuso e demonstra estar lendo o discurso enquanto fala. “Não sei se há algo a se fazer para que a dor que você sente vá embora”, disse ele. “Eu estou aqui para você”.

A informação sobre a tentativa de suicídio foi noticiada depois que a mãe dela, Debbie Rowe, revelou o fato para o Entertainment Tonight, na quarta. A garota foi levada ao hospital e, atualmente, passa bem.

Conrad Murray foi condenado em 2011 a quatro anos de prisão.