Menina de 16 anos canta clássico de System of a Down no The Voice Brasil

Lúcia Muniz entrou para time de Lulu Santos ao apresentar "Lonely Day."

Redação Publicado em 15/08/2019, às 19h03

None
System of a Down (Foto: Divulgação)

A cantora Lúcia Muniz participou nesta terça, 13, do reality show da TV Globo The Voice Brasil, e apresentou pela primeira vez na história do programa uma música do System of a Down. A faixa escolhida pela cantora de 16 anos foi “Lonely Day,” lançada em 2005 no disco Hypnotize, álbum duplo que estreou com Mezmerize. 

A voz grave de Muniz conquistou os jurados: Ivete Sangalo, Lulu Santos e Michel Teló viraram a cadeira, mas a cantora escolheu a mentoria de Lulu. 

+++ LEIA MAIS: Tom Morello e Serj Tankian, do System of a Down, tocam Audioslave ao vivo; assista 

Anteriormente, Muniz já tinha participado do The Voice Kids, edição do reality show voltada para competidores infantis. Não ganhou, mas adorou a experiência e tudo o que aprendeu, e decidiu voltar para a nova temporada. 

Mezmerize/Hypnotize foi o último disco lançado pelo System of a Down. Depois disso, a banda enfrentou alguns problemas criativos, como contou Daron Malakian, guitarrista, ao Talk Is Jericho em maio deste ano. O músico explicou que ele e Serj Tankian, vocalista, não estão em bons termos, e há conflito por diferenças criativas.

+++ LEIA MAIS: Baixista do System of a Down diz que, se dependesse dele, a banda já teria lançado 10 discos inéditos 

Daron Malakian, guitarrista, revelou ao Talk Is Jericho que ele e Serj Tankian, vocalista, não estão em bons termos, e há conflito por diferenças criativas.

“O System tem um certo jeito de montar os álbuns e as músicas: eu escrevo e tal, e produzimos junto com Rick [Rubin]. E o Serj quer fazer as coisas de um jeito diferente. E não sou só eu - somos [eu, Shavo Odadjian, baixo, e John Dolmayan, bateria] que não vemos para onde ele quer levar a banda. Então estamos assim. Muita gente acha que sou só eu e ele [que discordamos], mas não é o caso”, explicou Malakian.


+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019