Mês da Vitrola impulsiona aumento de vendas online em 57%, aponta levantamento

Valor do produto varia entre R$ 648 e R$ 2 mil

Redação Publicado em 08/11/2014, às 12h16

Vitrola
Reprodução/Urban Outfitters

Novembro, também conhecido pelos adoradores de toca-discos como o Mês da Vitrola, impulsionou um grande aumento nas vendas online do aparelho. O levantamento foi realizado pela Trapemix, empresa de e-commerce especializada em produtos retrôs para decoração.

Galeria: dez maneiras inusitadas de se lançar um disco.

De acordo com as pesquisas, as compras virtuais aumentaram em 57% nas últimas semanas. Em 2014, celebra-se 137 anos da invenção da vitrola. “Os consumidores estão cada vez mais interessados em resgatar os anos 1930, 1940 e 1950”, disse Eduardo Ferreira Leite, diretor da Trapemix. “A vitrola pode ter um design retrô aliado a uma tecnologia de ponta, sendo assim, mantem seus admirados e, ao mesmo tempo, conquista novos consumidores.”

O single de 7 polegadas foi vital na popularização e difusão do punk durante a década de 1970. A seguir, um relato visual de como estes discos mudaram a face do rock.

A Trapemix apurou que os consumidores gastam, em média, R$ 970 em compras virtuais de vitrolas – o preço do produto varia entre R$ 648 e R$ 2 mil.