Pulse

Mestre do terror, Stephen King acha que Donald Trump é mais assustador do que seus livros

"Era o meu bicho-papão e eu nunca quis vê-lo na cena política americana", conta o autor

Rolling Stone EUA Publicado em 15/07/2019, às 14h00

None
Stephen King (Foto: AP Photo/Mark Lennihan)

Se tem alguém que sabe de coisas aterrorizantes, essa é pessoa o Stephen King. Então, para ele dizer que algo ou alguém é mais assustador do que o trabalho dele, isso deve fazer até os pêlos seu pescoço ficarem de pé. Em um novo vídeo da NowThis News, o contador de histórias horripilantes revelou que acha que a presidência de Donald Trump é mais assustadora que os seus livros. 

"Ele era o meu bicho-papão e eu nunca quis vê-lo na cena política americana", disse o autor.

King discutiu as semelhanças de seu romance de 1979 e seu filme de 1983, The Dead Zone, um filme de ficção científica que seguiu a ascensão de um "vigarista do mercado imobiliário" que se tornou um demagogo político, com o atual ocupante da Casa Branca.

+++ LEIA MAIS: Zachary Quinto transforma o Natal no maior pesadelo infantil em nova série de terror NOS4A2

"Eu estava meio que convencido de que era possível que surgisse um político que estivesse fora da corrente principal e disposto a dizer qualquer coisa que capturasse a imaginação do povo americano", disse King.

King explicou como o personagem principal de sua história, Greg Stillson, foi inicialmente considerado uma piada por causa da sua postura nos comícios. Algo que lembra assustadoramente os comícios de Trump até agora.

O autor explicou que não como uma premonição, mas uma avaliação do público americano que o levou a acreditar que alguém como Greg Stillson poderia realmente ascender ao poder um dia.

"Eu sei que os eleitores americanos sempre tiveram uma atração real por pessoas de fora com o mesmo tipo de política de direita da America First", disse King.

"E se isso lembrar as pessoas de Trump, eu não posso me arrepender porque foi um personagem que eu escrevi. Era o meu bicho-papão e eu nunca quis vê-lo na cena política americana, mas parece que temos um Greg Stillson como presidente dos Estados Unidos."

+++ VÍDEO: Di Ferrero escolhe os melhores de todos os tempos: de Metallica a Charlie Brown Jr.