Pulse

Metallica não vai se aposentar nos próximos 20 anos, garante Lars Ulrich

A banda faz questão de cuidar bastante da saúde para chegar aos 70 e poucos muito bem

Redação Publicado em 27/09/2019, às 14h17

None
James Hetfield, Robert Trujillo e Lars Ulrich, do Metallica (Foto:KGC-138/STAR MAX/IPx)

Lars Ulrich, frontman do Metallica, revelou em uma entrevista ao Pollstar que não tem planos de parar de gravar e se apresentar, desde que a banda tenha físico para realizar um show intacto. O músico completará 56 anos em dezembro deste ano, e garantiu que não se sente mais velho: "tenho certeza de que estaremos tocando até os 76 anos de idade, e não é exagero [...] Mas não estou preocupado com esse lado, acho que sempre estaremos inspirados.”

"Nós sempre teremos uma alegria incrível ao tocar música, compartilhá-la com as pessoas e sempre ter um respeito incrível pelo público," explicou Ulrich. "Tocar é algo que nos mantém vivos. Obviamente, a parte física é um grande aspecto. Então, quando você olha para o futuro, quem sabe como será? Eu simplesmente não sei."

Em uma fase em que os "dinossauros" do rock chegam na casa dos 70 (Mick Jagger [Rolling Stones], por exemplo, tem 76 anos; Gene Simmons [Kiss] completou 70; Ozzy Osbourne beira 71), os integrantes do Metallica são relativamente mais jovens - estão com 50 e tantos - e aproveitam para "se cuidar" bastante para poder chegar bem nas próximas fases da vida. 

+++ LEIA MAIS: 

"Tomamos precauções - ou cautela talvez seja a palavra certa," garantiu Ulrich. "Mas encontramos esses limites para nós. Agora, tocar 50 shows por ano é bom, mas poderíamos tocar 50 shows todos os anos, em vez de tocar 50 shows em um ano e depois não tocar no próximo ano. Isso funciona muito bem para o Metallica. Saímos, tocamos muito por algumas semanas e ficamos todos espancados, surrados e queimados. Depois voltamos para casa e recarregamos as baterias para duas, três semanas e depois saímos e fazemos novamente.Esse modelo funciona para nós." 

O Metallica, de fato, faz pausas em turnês mais longas para poder ficar com a família e cuidar da saúde - tanto física quanto mental. Valorizam bastante os três aspectos. Investem também, durante a turnê, em profissionais para cuidarem da saúde deles, auxiliando na alimentação ou exercícios físicos.