“Meus personagens são todos gays”, disse Johnny Depp a executivo da Disney

Ator quase foi demitido pela performance exótica como o protagonista de Piratas do Caribe

Redação Publicado em 10/11/2015, às 17h36 - Atualizado às 17h50

Os acessórios de Jack Sparrow em Piratas do Caribe: Existe uma grande influência de Keith Richards no visual de Sparrow. A bandana e os “penduricalhos” do pirata o deixaram tão rock and roll quanto o guitarrista dos Rolling Stones.
Reprodução

O ator Johnny Depp comentou que uma vez disse a um executivo da Disney que todos os personagens deles são homossexuais. Depp fez a observação em um evento em Los Angeles, nos Estados Unidos, em divulgação do mais novo filme dele, Aliança do Crime, que estreia no Brasil na próxima quinta, 12.

De Sparrow a Mãos de Tesoura: os melhores e piores papéis de Johnny Depp.

À época, o astro estava filmando o primeiro Piratas do Caribe (2003), dando vida ao exótico personagem Jack Sparrow, o qual ele criou com base no guitarrista dos Rolling Stones, Keith Richards. Segundo o semanário britânico NME, ele estava perto de ser demitido da produção, uma vez que a Disney não estava contente com as atuações.

“Aquilo se voltou contra mim de alguma maneira, tipo: ‘Meu deus, Johnny Depp está arruinando o filme! O que é aquilo? Ele é bêbado, é gay?’”, disse o ator no evento, de acordo com o NME. Depp teve contato com um executivo de grande escalação da Disney, que o perguntou: “Que porra você está fazendo?”.

Assista ao trailer de Black Mass, com Johnny Depp no papel de um violento mafioso.

O ator continuou a história: “Quando questionaram se o personagem era gay, eu disse: ‘Vocês não sabiam que todos os meus personagens são gays?’”. Além de render uma indicação a Depp como Melhor Ator no Oscar, Piratas do Caribe é uma das franquias mais rentáveis da Disney.