Michael Jackson amparado por Jesus em pintura causa controvérsia na Alemanha

Exposição exibe obras em que o cantor é representado como uma figura divina

Redação Publicado em 22/03/2019, às 10h14

None
A obra "American Jesus: Hold me, carry me boldly", do artista David LaChapelle (Foto:AP Photo/Martin Meissner)

Michael Jackson é possivelmente o nome mais mencionado nos últimos meses, graças ao polêmico documentário Leaving Neverland e suas acusações de abuso sexual de menores contra o cantor.

Mas enquanto o mundo todo debate se as denúncias são verdade ou não (já que ele mesmo não está aqui para se defender), um museu na cidade alemã de Bonn, decidiu inaugurar uma exposição no mínimo peculiar, chamada Michael Jackson: On the Wall.

O nome não chega perto de ilustrar o que está pendurado nas paredes do museu Bundeskunsthalle: nas obras expostas, o astro aparece retratado de forma divina, amparado por ninguém menos que Jesus, como pode ser visto na imagem principal da matéria, realizada pelo artista David LaChapelle.

A exibição apresenta também uma versão de um retrato do rei espanhol Felipe II, mas no lugar do rosto do governador, o artista Kehinde Wiley colocou a cara de Michael Jackson, como pode ser visto na imagem acima. (Foto:AP Photo/Martin Meissner)

Como se não fosse o suficiente, Michael ganhou asas e derrotou o Diabo na obra também feita por LaChapelle "Archangel Michael: And no message could have been any clearer", ou "Arcanjo Michael: E nenhuma mensagem pôde ser mais clara". (Foto:AP Photo/Martin Meissner)

A exposição, que já passou por Londres e Paris no ano passado, inaugurou nesta sexta, 22, e fica aberta em Bonn até 24 de julho.