Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Documentos divulgados

Michael Jackson, Bill Clinton e Príncipe Andrew aparecem em lista de pessoas relacionadas a Jeffrey Epstein

Documentos divulgados a partir de determinação da Justiça revelam pessoas próximas a Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores

Redação Publicado em 04/01/2024, às 13h01

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Michael Jackson (Foto: Kevork Djansezian-Pool/Getty Images) | Bill Clinton (Noam Galai/Getty Images) | Príncipe Andrew (Foto: Steve Parsons - WPA Pool/Getty Images)
Michael Jackson (Foto: Kevork Djansezian-Pool/Getty Images) | Bill Clinton (Noam Galai/Getty Images) | Príncipe Andrew (Foto: Steve Parsons - WPA Pool/Getty Images)

Uma lista com nomes de pessoas ligadas a Jeffrey Epstein foi divulgada nesta quarta-feira, 3, conforme determinado por juíza de Nova York. Michael Jackson, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, o príncipe Andrew, do Reino Unido, e até mesmo o mágico David Copperfield são algumas das personalidades mencionadas.

Epstein e a ex-namorada Ghislaine Maxwell são acusados de tráfico sexual de menores. Enquanto Maxwell ainda cumpre os 20 anos de condenação, Jeffrey foi encontrado morto na prisão em 2019. O caso foi considerado suicídio. 

O príncipe Andrew nega a acusação de que apalpou o seio de Johanna Sjoberg. A situação teria ocorrido quando ela, o membro da realeza e Virginia Giuffre posaram juntos para uma foto. Giuffre também acusou Andrew de abuso sexual quando ela tinha apenas 17 anos. Apesar do príncipe afirmar que não conhecia Virginia, a monarquia pagou a jovem para encerrar o processo que o denunciava.

Clinton, que teve um caso com uma mulher de 22 anos quando ainda era presidente, não tem o nome ligado a nenhuma ilegalidade. No entanto, o político viajou no avião de Epstein para o que é descrito como "viagens humanitárias à África". 

Michael Jackson e Copperfield também não têm crimes ligados a eles no documento. Sjoberg afirmou que conheceu ambos por meio de Epstein.

Novos documentos relacionados a Jeffrey Epstein ainda devem ser divulgados nos próximos dias.