Michael Jackson, ópera, lhama e mais: 5 fatos sobre Freddie Mercury sem o Queen que você não conhecia

O vocalista do Queen decidiu investir na carreira solo em meados da década de 1980

Redação Publicado em 19/12/2019, às 11h28

None
Freddie Mercury (Foto: DB / Picture Alliance DPA / AP)

Freddie Mercury é um dos maiores vocalistas de todos os tempos e marcou a história do rock com performances memoráveis e uma voz poderosa que deu vida à hits icônicos do Queen, como "Bohemian Rhapsody", e da carreira solo do cantor, como "Under Pressure".

Na aclamada cinebiografia banda, estrela por Rami Malek, a carreira solo do vocalista do Queen é retratada como uma busca gananciosa pelo estrelato e mostra Mercury quase como um vilão da história, que deve passar por um arco de redenção.

+++ LEIA MAIS: Bohemian Rhapsody' foi escrita por Freddie Mercury como uma mensagem para ex-namorada e melhor amiga Mary Austin?

Contudo, na vida real, as coisas não aconteceram exatamente assim. Mercury não foi o primeiro integrante da banda a buscar a carreira solo, como mostra o longa-metragem de Bryan Singer

A trajetória que Mercury seguiu sozinho foi tão importante quanto a do Queen e ainda conta com parcerias lendárias e histórias curiosas vividas pelo astro do rock.

Confira 5 coisas que você provavelmente não sabe sobre a carreira solo de Freddie Mercury

Freddie Mercury não foi o primeiro integrante do Queen a seguir carreira solo

Roger Taylor, foi o primeiro integrante da banda a buscar uma carreira solo, segundo matéria da Billboard. Mercury só assinou o contrato da carreira solo com uma gravadora depois que o baterista lançou o disco Fun in Space, o Queen teve um desempenho ruim de vendas com o álbum Hot Space e todos os membros concordaram em dar um tempo nas exaustivas turnês da banda.

+++ Leia mais: Elton John revela tocante presente de Natal enviado por Freddie Mercury no leito de morte


Freddie Mercury finalmente conseguiu fazer música disco

O primeiro disco da carreira solo de Mercury, Mr. Bad Guy, foi a oportunidade para o cantor explorar música disco. O músico já havia tentado levar o gênero para o Queen, como no hit "Another One Bite of Dust", mas Taylor, Brian MayJohn Deacon da banda tinham receio de perderem a essência da banda e evitavam investir em músicas do gênero musical.

+++ Leia mais: Freddie Mercury explicou por que deixou toda a herança para os gatos e ex-namorada


 

O primeiro single de Mercury foi indicado ao Framboesa de Ouro

O primeiro single da carreira solo de Mercury foi "Love Kills", uma canção escrita para a trilha sonora do filme Metropolis. Contudo, a música não foi bem recebida pelos críticos e foi até indicada para o Framboesa de Ouro, por Pior Música Original, em 1985.

+++LEIA MAIS: Freddie Mercury precisou implorar para entrar em uma banda antes do Queen; entenda


Freddie Mercury desistiu de parceria com Michael Jackson por causa de um lhama

Na década de 1980, Mercury e Michael Jackson planejaram compor diversas músicas em parceria, que tinham grandes chances de serem lançadas em um disco. Porém a colaboração entre os dois músicos não durou muito tempo por causa de uma lhama. Segundo Jim "Miami" Beach, empresário do Queen, Mercury desistiu do projeto depois que o astro pop levou uma lhama para os estúdios de gravação.

+++ LEIA MAIS:Freddie Mercury ficou chocado ao descobrir que Michael Jackson dormia no chão


O segundo disco o cantor foi feito em parceria com a cantora de ópera Montserrat Caballé

O segundo disco da carreira solo de Mercury, Barcelona, também seguiu um caminho bem diferente dos trabalho composto para o Queen. O astro do rock gravou praticamente todas as canções em colaboração com a cantora de ópera Montserrat Caballé, que foi a única pessoa que quase levou Mercury às lágrimas, segundo o assistente pessoal do astro, Peter Freestone.

+++ LEIA MAIS: Elton John revela tocante presente de Natal enviado por Freddie Mercury no leito de morte


+++ FRANCISCO EL HOMBRE SOBRE RASGACABEZA: 'É UM DISCO INDIGESTO, TOCA EM PONTOS DOLORIDOS E ÍNTIMOS'