Michael Jackson ou Elvis Presley: Qual artista acumulou a maior fortuna depois de morrer?

Ícones da música seguem entre celebridades mais lucrativas em lista da Forbes

Redação Publicado em 18/10/2020, às 13h00

None
Elvis Presley (Foto: AP) e Michael Jackson (Foto: Allen / Media Punch / IPX)

Michael Jackson e Elvis Presley são alguns dos nomes mais conhecidos na história da música. Ambos os artistas morreram em trágicas circunstâncias, mas o legado musical dessas estrelas segue forte até os dias atuais, décadas após a morte de cada um. 

Os artistas continuam com altos lucros depois de morrer e se encontram no Top 3 da lista anual publicada pela Forbes. Qual dos dois acumulou a maior fortuna nesse período? O site Express UK explicou o extrato bancário do espólio dessas lendas.

+++ LEIA MAIS: Michael Jackson tinha medo de terminar como Elvis Presley, relembra Lisa Marie

Elvis morreu aos 42 anos, em 16 de agosto de 1977, vítima de uma parada cardíaca. Em 2019, o trabalho do cantor faturou US$39 milhões, equivalente a R$ 220 milhões no câmbio atual. Essa quantia é a média anual de lucros do espólio de Presley, apesar de Lisa Marie, filha única do ícone, receber apenas uma fração dos royalties do catálogo musical do pai. Uma parte significativa desses direitos autorais, referente aos trabalhos de Presley até 1973, pertencem à RCA, de acordo com o Express UK.

Jackson morreu aos 50 anos, em 25 de julho de 2009, em decorrência de uma dose letal de anestésicos. A lista da Forbes (via Express UK)aponta que MJ faturou US$60 milhões em 2019, mais de R$338 milhões, mas esse valor é baixo em comparação ao ano anterior. Em 2018, o Rei do Pop faturou US$400 milhões (R$2 bilhões) com a venda de parte do catálogo à Sony.


 +++ OROCHI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL