Michael Jackson quase estrelou Labirinto - A Magia do Tempo no lugar de David Bowie; entenda

Sting também foi um dos nomes cotados para interpretar Jareth, o Rei dos Duendes

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 29/06/2021, às 12h48

None
Michael Jackson no Superbowl (foto: Getty Images/ George Rose) e David Bowie em Labirinto - A Magia do Tempo (Foto: Reprodução/Lucasfilm)

Labirinto - A Magia do Tempo, lançado em 27 de junho de 1986 (no Brasil, chegou em 25 de dezembro do mesmo ano), foi um marco na cultura pop. Estrelado por David Bowie e Jennifer Connelly, o filme é uma mistura de épico de fantasia com musical de rock. Porém, o Camaleão do Rock quase perdeu o papel de Jareth, o Rei dos Duendes para Michael Jackson, segundo Cheat Sheet.

A trama acompanha a adolescente Sarah Williams (Jennifer Connelly), quem se sente frustrada por cuidar do irmão caçula enquanto os pais estão fora - e sonha em se livrar da criança porque não parava de chorar. Então, Rei dos Duendes, personagens de um dos livros da protagonista, atende ao desejo dela, ganha vida e sequestra o bebê. Arrependida, Sarah precisará enfrentar um labirinto e resgatar o irmão antes da meia-noite, com intuito de evitar a transformação dele em um duende.

+++LEIA MAIS: Michael Jackson quase participou de O Corcunda de Notre Dame - mas foi recusado pela Disney; entenda

Com lugar na história do cinema como um clássico cult, surgiram diversos rumores sobre o elenco. Jennifer Connelly tinha apenas 14 anos quando interpretou Sarah, e os executivos queriam uma estrela do rock para contracenar como Jareth.

Rumores da época falaram sobre Sting estar na disputa, mas Brian, filho do diretor Jim Henson, compartilhou como ele o irmão opinaram sobre o elenco. Em 2015, Brian falou sobre o boato do dono de "Shape Of My Heart" - e explicou como Michael Jackson ficou como uma das escolhas finais.

+++LEIA MAIS: David Bowie quase interpretou vilão icônico da Disney

"[Jim Henson] queria saber quem era o maior e mais importante artista para minha faixa etária - na América," revelou Brian durante painel da escola de cinema da School of Cinematic Arts (USC). “Pensei: era Michael Jackson ou David Bowie. Os dois queriam fazer o filme, mas Michael era mais influente nessa faixa etária, enquanto David foi mais interessante para meu pai."


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL