Michael Jackson tinha várias dívidas quando morreu - e a quantia é maior que você pode imaginar

Os gastos do Rei do Pop iam de compras supérfluas até a manutenção de um rancho super luxuoso

Redação Publicado em 04/03/2020, às 13h06

None
Michael Jackson, em apresentação em Los Angeles, em janeiro de 1989 (Foto: Greg Allen / Retna Ltd./MediaPunch /IPX)

Michael Jackson, considerado o Rei do Pop, era muito conhecido por gastar impulsivamente o próprio dinheiro, seja por compras com preços astronômicos ou até mesmo nos gastos do rancho Neverland - cercado de polêmicas, devido às acusações de pedofilia registrados pelo documentário, Leaving Neverland.  

De acordo com informações levantadas pelo Newsweek, as dívidas vieram à tona durante o julgamento da morte de Jackson por homicídio culposo, em 2013. O contabilista forense, William R. Ackerman, afirmou que o cantor possuía, anualmente, cerca de US$ 30 milhões em dívidas, com juros que variavam entre US$ 400 milhões e US$ 500 milhões.

+++LEIA MAIS: 8 músicas pop que ganharam versões metaleiras bem divertidas - e bizarras: Michael Jackson, Frozen e mais

De acordo com Ackerman, o Rei do Pop “gastava muito dinheiro com joias”, além do custo do rancho Neverland, que tinha trens, animais exóticos e até mesmo um Chapéu Mexicano.

+++ LEIA MAIS: Elton John lembra de Michael Jackson como "uma pessoa perturbadora" em autobiografia

No entanto, após a morte, os responsáveis pelo legado de Michael Jackson conseguiram reverter esses números. Segundo dados levantados pela Forbes em 2016, o patrimônio do cantor somou cerca de US$ 825 milhões, o que deu o posto de celebridade com a maior fortuna já registrada. 

+++ LEIA MAIS: O dia que Michael Jackson foi enquadrado pela polícia por usar máscara de ski no supermercado


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'