Michelle MacLaren deixa a direção de Mulher-Maravilha por "diferenças criativas"

Em comunicado, o estúdio Warner Bros., reponsavel pela produção, alegou que decisão foi mútua

Redação Publicado em 14/04/2015, às 12h33 - Atualizado em 29/07/2015, às 17h51

Michelle MacLaren
John Shearer/AP

A equipe do longa-metragem Mulher-Maravilha está desfalcada. Michelle MacLaren anunciou na última segunda, 13, que deixará a produção em decorrência de diferenças criativas, como noticiou o site da revista Variety.

Série Krypton contará história sobre a origem de Superman.

Em comunicado, a Warner Bros. afirmou que a decisão foi tomada em conjunto com a diretora. “Em decorrência de diferenças criativas, Warner Bros. e Michelle MacLaren decidiram não dar continuidade aos planos de produzir e dirigir Mulher-Maravilha juntos”.

Heróis em LEGO nas HQs? Revistas da DC Comics ganham capas alternativas.

Apesar da mudança no comando das gravações, Gal Gadot (Velozes e Furiosos 7) ainda será a protagonista, assim como Jason Fuchs (A Era do Gelo 4), que assinará o roteiro.

Veja imagens divulgadas de Batman v. Superman aqui.

O filme está em fase de pré-produção e tentando preencher os papéis propostos por Fuchs. Não se sabe, no entanto, se a saída de Michelle atrasará o ritmo do projeto. O lançamento de Mulher-Maravilha está previsto para o dia 23 de junho de 2017.

Pouco se sabe sobre o roteiro da atuação “solo” da Mulher-Maravilha. O site Bleeding Cool noticiou que o longa deve ser feito nos moldes de Capitão América: O Primeiro Vingador, ou seja, mostrando a origem da personagem.

De acordo com a publicação, a história se passará na Ilha Paraíso, terra natal de Diana Prince, nos anos 1920. O local, habitado apenas por mulheres e comandado por facções, sofre uma mudança com a chegada de um homem enviado ao vilarejo remoto para pedir ajuda em uma missão. O veículo também adiantou que Mulher-Maravilha será uma trilogia.