Mike Dirnt do Green Day escreveu música de Dookie enquanto ‘viajava com ácido’

O baixista estava "chapado" quando surgiu a ideia para "Longview", indicada ao Grammy de 1995 como melhor música de Hard Rock

Redação Publicado em 04/02/2020, às 13h37

None
(Foto: Jason DeCrow / Invision / AP, File)

Escrito sob efeito de entorpecentes, o terceiro projeto de estúdio do Green Day, Dookie (1994), estabeleceu a banda norte-americana como símbolo mundial do punk rock.

Durante uma entrevista para a Rolling Stone EUA em 1995, o baixista Mike Dirnt revelou que uma das faixas do disco, "Longview", foi criada depois de dropar um ácido.

+++ LEIA MAIS: Billie Joe Armstrong quer regravar disco do Green Day de 2000: ‘Pop punk ruim’

"Longview" fala sobre o tédio na cidade pequena, e a ideia veio enquanto Dirnt estava muito chapado. “Eu acho que beber e usar drogas é muito importante", disse o músico. "Quando Billie [Joe Armstrong] me deu uma base aleatória para 'Longview', eu estava voando com muito alto com tanto ácido."

+++ LEIA MAIS: Billie Joe Armstrong recria capa icônica dos Beatles e Frances Bean Cobain aprova; veja

"Eu estava encostado na parede e meu baixo estava deitado no meu colo. A melodia só veio até mim", continuou Dirnt. "Eu disse: Bill, escute isso. Não é a coisa mais maluca que você já ouviu?’"

Mais tarde, Dirnt admitiu que demorou muito tempo para aprender a tocar a música depois que o efeito do ácido passou.


Dookie foi um enorme sucesso comercial e crítico, enquanto "Longview" foi indicada ao Grammy de 1995 como melhor música de Hard Rock.

Ouça a faixa "Longview" abaixo:

 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL