Miley Cyrus consegue ordem judicial contra fã

Devon Meek acredita que a cantora se comunique com ele pelas músicas dela

Rolling Stone EUA Publicado em 26/05/2014, às 17h33 - Atualizado em 12/09/2014, às 15h05

.
Evan Agostini/AP

Miley Cyrus ganhou uma ordem judicial de emergência na sexta-feira contra um fã alucinado do Arizona. A Associate Press noticiou que o homem foi detido no começo deste mês enquanto tentava conhecer Miley em um local que ele pensava pertencer à cantora.

Miley Cyrus, a garota mais selvagem do pop, sabe exatamente o que você pensa dela – e não está nem aí. Leia a nossa matéria de capa com a cantora.

Devon Meek, 24, está em um hospital psiquiátrico desde o dia 16 de maio, quando ele foi preso em Los Angeles do lado de fora de um local que ele acreditava ser propriedade de Miley. Meek disse a polícia que eles deveria dar-lhe um tiro na cabeça se ele não conseguisse conhecer a cantora, de acordo com um comunicado do Detetive Rosibel Smith.

Smith também afirmou que o policial que entrevistou Meek disse que ele continuaria tentando encontrar Miley depois de receber alta do hospital e que “ele continuará a ir à casa de Srta. Cyrus até Srta. Cyrus aceita-lo ou ele morre.”

Em documentos registrados na sexta-feira, os advogados de Miley disseram que Meek acredita que a cantora esteja se comunicando com ele pelas através de suas músicas. O site TMZ afirmou que a ordem judicial obrigue Meek a permanecer a pelo menos 90 metros de distância de Miley.