Miley Cyrus quer gravar o próximo disco com o Flaming Lips

A cantora revelou detalhes da amizade com o frontman Wayne Conye

PATRICK DOYLE Publicado em 12/05/2014, às 16h07 - Atualizado às 18h35

Miley Cyrus e Wayne Coyne
Reprodução / Instagram

No segundo semestre do ano passado, Miley Cyrus terminou o noivado e se viu morando sozinha pela primeira vez na vida. Depois, para piorar, o cachorro dela, Floyd, foi morto por coiotes em abril. “Isso é o pior”, ela diz. “Sempre dependi do meu namorado, e depois meu cachorro meio que o substituiu.” Mas ela achou conforto em uma fonte improvável: na música lisérgica do Flaming Lips. “Floyd e eu sempre ouvimos Flaming Lips”, ela diz. “Então, quando escuto aquelas canções, eu sinto que ele ainda está presente ali, sabe?”

Vocalista do Flaming Lips se apresenta com Miley Cyrus e grava cover dos Beatles em estúdio.

Agora, Miley e o Lips se uniram, tanto no palco quanto no estúdio. A amizade deles começou no fim do ano passado, quando Miley leu uma entrevista da Rolling Stone EUA com o frontman Wayne Coyne. “Ele disse que gostou do meu show, no qual eu me vesti como um cogumelo e um arco-íris”, ela diz. Em fevereiro, Miley convidou dois integrantes do Lips para subir ao palco em Los Angeles para tocar “Yoshimi Battles the Pink Robots”. “Nossos shows são muito infantis, como crianças usando ácido, e os dela também”, afirma Coyne. “Somos muitos parecidos por acreditar que arte deve ser engraçada. Ela é uma louca. Amo ela de morrer.”

Um mês depois, em um dia de folga da turnê Bangerz, de Miley, eles foram ao estúdio em Tulsa, Oklahoma (Estados Unidos), gravar o que Coyne define como versões “completamente esquisitas” de “Lucy in the Sky With Diamonds” e “A Day in the Life”, dos Beatles. “Eles me ensinaram a cantar sobre a tristeza, e isso tem me ajudado bastante durante a turnê”, revela a cantora. “Porque eu me sentiria como se não pudesse continuar sorrindo, e eu não posso, tipo, sair dançando em um carro dourado, e agir como se eu estivesse feliz quando eu não estou.” (Miley teve que remarcar algumas datas da turnê atual depois de ter sido hospitalizada devido a uma reação alérgica).

Para baterista do Arctic Monkeys, melhor música cover da banda foi feita por Miley Cyrus.

A festa continuou fora estúdio: Miley e a banda foram a uma boate, fizeram tatuagens na língua e assistiram a um show do 2 Chainz. Eles estão até escrevendo músicas juntos para o próximo disco de Miley – que ela esperar gravar com os novos amigos quando a turnê de Bangerz terminar. “Em meu último disco, tudo que eu fiz foi com computadores”, ela diz. “Mas eles são músicos de verdade – eles podem mudar de tom em um impulso. Nunca vi nada como isso. Estive com eles esse tempo e é a coisa mais legal de que já participei. É bem profundo.”