Miley Cyrus, que pode vir ao Brasil em setembro, será estudada em curso de sociologia

A ex-Hannah Montana será analisada por estudantes da Universidade de Nova York

Redação Publicado em 28/03/2014, às 10h59 - Atualizado às 14h05

Retrospectiva 2013 - abre
Reprodução

Ela rebolou, "fez twerk" capaz de corar aqueles com mais pudores, diminuiu o tamanho das roupas, cortou os cabelos, lançou o disco Bangerz e disse para quem quisesse ouvir que gosta de fumar maconha. E, com isso tudo, Miley Cyrus garantiu um lugar como objeto de estudo de universitários de Nova York. Foi anunciado um novo curso que pretende esmiuçar o fenômeno pop e cultural que ela se tornou após deixar de ser a garotinha da Disney.

Os cabelos mais icônicos do mundo da música.

O curso será chamado “The Sociology Miley Cyrus: Race, Class, Gender and Media” (ou, em tradução livre, “A Sociologia de Miley Cyrus: Raça, Classe, Gênero e Mídia”),e ministrado por Carolyn Chernoff, na Skidmore College .

Miley Cyrus, a garota mais selvagem do pop, sabe exatamente o que você pensa dela – e não está nem aí. Leia a nossa matéria de capa com a cantora.

A ideia dela é mostrar, usando Miley como exemplo, um conflito cultural que existe hoje na indústria e no pop. Segundo o Schenectady Daily Gazette, contudo, apenas três alunos se registraram para as aulas nesta quinta-feira, 27, quando abriram as inscrições.

“Miley Cyrus é um momento cultural surpreendente complicado”, explicou ela. “Eu criei o curso como uma criativa e rigorosa forma de buscar o que é relevante na sociologia e na teoria sociológica.”

Miley Cyrus beija Katy Perry e chama Flaming Lips para o palco em show na Califórnia; assista.

Twerk no Brasil

De acordo com o que o jornal Destak publicou nesta sexta-feira, 28, a cantora pop deve trazer a turnê Bangerz ao Brasil em setembro deste ano. O empresário de Miley está negociando com produtoras da América do Sul para viabilizar a passagem por aqui.