Miley Cyrus se defende da acusação de que teria influenciado Joe Jonas a fumar maconha

"Se você quer fumar maconha, você vai fumar maconha", disse ela, se referindo à declaração do cantor, que revelou ter fumado pela primeira vez com a artista

Redação Publicado em 27/12/2013, às 10h16 - Atualizado às 12h43

Galeria - moda em 2013 - Crop top
Owen Sweeney/AP

Miley Cyrus falou sobre a revelação feita por Joe Jonas, de que ele teria fumado maconha pela primeira vez com ela e Demi Lovato. E se defendeu: "Se você quer fumar maconha, você vai fumar maconha. Não há nada que duas garotas possam fazer para fazer voce tomar uma atitude que não queira... Éramos tão jovens que na verdade é: "Como é que você pode ter sido pressionado por mim?"

Retrospectiva: os momentos mais marcantes do entretenimento em 2013.

Nesta nova entrevista com o New York Times, Miley deu um novo olhar sobre sua carreira, analisando seu lugar na cultura pop depois de um ano em que ela se envolveu em diversas controvérsias, começando com a performance com Robin Thicke no Video Music Awards.

Mas a história de Miley com a canabis foi bastante citada. "Tem uma coisa que o Kurt Cobain disse, algo assim: "Existe um lugar especial no inferno para pessoas que glamourizam as drogas". Eu nunca vou querer ser uma pessoa que diz para jovens de 16, 17 anos: 'Fume maconha'", ela continuou.

Miley apareceu em um vídeo na internet fumando maconha em um bong na época em que era uma das maiores estrelas da Disney, como Hanna Montana. "Eu nunca quis ser da Disney. Quando eu não era mais empregada de ninguém, foi que pensei: 'Ok, vou fazer o meu lance'. Mas esperei até sentir que havia terminado de maneira respeitosa o que eu tinha que fazer, entende?"

Por enquanto, Miley pretende continuar surfando a própria onda em 2014 - ela acabou de lançar um vídeo picante para o single "Adore You" e vai começar uma grande turnê pelos Estados Unidos em fevereiro, com shows de abertura de Icona Pop e Sky Ferreira.