"Minha memórias de nosso tempo juntos serão felizes", afirma Paul McCartney

Ex-Beatle divulgou comunicado sobre a morte do Rei do Pop

Da redação Publicado em 27/06/2009, às 16h45

Paul McCartney prestou homenagem a Michael Jackson. Em seu site oficial., o ex-Beatle escreveu estar chocado com a morte do popstar e lamentou a perda. Michael Jackson faleceu na tarde da última quinta-feira, 25, vítima de uma parada cardíaca, em Los Angeles.

Confira galeria de imagens do Rei do Pop.

"É muito triste e chocante. Me sinto privilegiado por ter passado um tempo e trabalhado com Michael. Ele era um homem garoto massivamente talentoso com uma alma gentil. Sua música será lembrada para sempre e minha memórias de nosso tempo juntos serão felizes", escreveu Macca. "Mando minhas mais profundas condolências à mãe e à família dele e aos seus incontáveis fãs ao redor do mundo.

Os dois artistas trabalharam juntos em alguns momentos da carreira solo de Paul. A parceria aconteceu na década de 80, em faixas como "This Girl is Mine" (presente no álbum Thriller), "Say, Say, Say" e "The Man" (incluída no disco Pipes Of Piece, do ex-Beatle).

Porém, a relação amistosa foi abalada quando Michael comprou os direitos autorais de boa parte do catálogo de músicas dos Beatles (cerca de 200), até então pertencentes à ATV Music. O valor pago pelo Rei do Pop foi de aproximadamente US$ 47,500 milhões (mais de R$ 90 mi), em 1985, quantia que ultrapassou a oferecida por Macca.

Como dono das composições de John Lennon e McCartney, o popstar embolsava determinadas quantias de dinheiro a cada vez que uma das músicas era tocada no rádio ou era apresentada ao vivo por algum artista. No entanto, Michael vendeu parte do acervo à Sony, em 1995.

No começo de 2009, foi noticiada a intenção do popstar em deixar todos os direitos das músicas para Paul em seu testamento. Ainda não foram divulgadas novidades sobre o assunto.