Ministro da Educação Abraham Weintraub anuncia saída do cargo

Weintraub divulgou a saída do MEC em vídeo ao lado de Bolsonaro

Redação Publicado em 18/06/2020, às 17h13

None
Presidente Jair Bolsonaro e Abraham Weintraub em vídeo (Foto: Reprodução/YouTube)

Abraham Weintraub, ministro da Educação, anunciou a saída do cargo nesta quinta, 18. O ministro publicou um vídeo nas redes sociais em que aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro enquanto lê um texto de despedida. As informações são do G1.

+++LEIA MAIS: Onde está o Fabrício Queiroz? Ex-assessor de Flávio Bolsonaro é preso em SP

No vídeo, intitulado “Palavras do coração”, Weintraub não revelou o nome do substituto: “Sim, desta vez é verdade. Estou saindo do MEC e vou começar a transição agora. Nos próximos dias, eu passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo".

Weintraub, que é economista, não falou sobre o motivo da saída, mas explicou sobre o novo cargo que ocupará: "Neste momento, não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que recebi o convite para ser diretor de um banco. Já fui diretor de um banco no passado. Volto ao mesmo cargo, porém no Banco Mundial".

+++LEIA MAIS: Frase sobre antifascista compartilhada por família Bolsonaro não é de Winston Churchill, nem de Saramago - ou de ninguém conhecido

Ele também falou que segue apoiando o presidente Jair Bolsonaro: "Estou fechando um ciclo, presidente, e começando outro. E é claro que eu sigo apoiando o senhor, presidente Bolsonaro, como eu fiz nos últimos três anos”.

Bolsonaro respondeu: "É um momento difícil. Todos os meus compromissos de campanha continuam de pé. Busco implementá-lo da melhor forma possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade, sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser".

+++LEIA MAIS: Ministro da Saúde Nelson Teich pede demissão do governo Bolsonaro

Confira o vídeo na íntegra:

O ex-ministro da Educação protagonizou polêmica após a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, no Palácio do Planalto. No encontro, No encontro, Weintraub chamou ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de “vagabundos”.


+++ A PLAYLIST DO RUBEL