Ministro do STF manda Queiroz de volta à prisão; entenda

Decisão também vale para Márcia Aguiar, esposa do ex-assessor

Redação Publicado em 14/08/2020, às 09h08

None
Fabrício Queiroz (Reprodução / SBT)

O ministro Felix Fischer, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou a prisão domiciliar de Fabrício Queiroz, ex-assessor do deputado Flávio Bolsonaro, e a esposa, Márcia Aguiar, e restabeleceu a ordem de prisão em regime fechado para o casal. 

Segundo a BBC News Brasil (via UOL), João Otávio de Noronha, presidente do STF, concedeu o benefício da prisão domiciliar ao ex-assessor, em 9 de julho, por questões de saúde. Queiroz trata de um câncer e pertence ao grupo de risco do COVID-19, e o juíz estendeu o benefício à Márcia para auxiliar nos cuidados do marido. 

+++ LEIA MAIS: Haddad não acredita em Bolsonaro ‘paz e amor depois que Queiroz foi preso’

Com a decisão do ministro Fischer, que recusou o habeas corpus do casal, a BBC News Brasil aponta que há baixas possibilidades de Queiroz retornar ao regime domiciliar por falta de precedentes. A defesa já enviou outro habeas corpus na tentativa de derrubar a prisão preventiva em qualquer regime, e o pedido foi direcionado ao ministro Gilmar Mendes.

Queiroz é alvo de uma investigação sobre um esquema de rachadinha, ou seja, desvio de salários do gabinete de Flávio Bolsonaro (PSL). O ex-assessor e motorista foi preso no dia 18 de junho durante a Operação Anjo, realizada pelos Ministérios Públicos do Rio de Janeiro e de São Paulo. 


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS