Morre Anthony Powell, estilista três vezes ganhador do Oscar, aos 85 anos

Estilista foi responsável por figurinos lendários de filmes como Indiana Jones, 101 Dálmatas e mais

Redação Publicado em 20/04/2021, às 14h44

None
Indiana Jones | Anthony Powell | Dálmatas 102 (Fotos: Reprodução/IMDb)

O icônico estilista da indústria cinematográfica, Anthony Powell, morreu aos 85 anos no último dia 16 de abril, segundo comunicado publicado nesta segunda, 19. Vencedor de três Oscars, o figurinista é conhecido por figurinos lendários de filmes como Indiana Jones e 101 Dálmatas.

De acordo com uma publicação do Costume Designers Guild, que confirmou a morte de Powell: "O lendário figurinista inglês Anthony Powell faleceu no último fim de semana. Ele será celebrado em uma pequena reunião privada devido às restrições da Covid e deixou duas sobrinhas".

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre Indiana Jones 5: elenco, lançamento e mais

Segundo as notícias, a data da morte foi confirmada a partir de uma publicação no Facebook do colega de Anthony Powell, o também estilista Scott Traugott. A causa da morte não foi divulgada. As informações são da Variety.

Powell conta com uma carreira icônica na indústria cinematográfica. O estilista ganhou Oscar com Travels with My Aunt (1972), Death on the Nile (1978) e Tess- Uma Lição de Vida(1979). Além disso, foi indicado por Hook - A Volta do Capitão Gancho e 102 Dálmatas. O figurinista trabalhou ao lado de fantásticos cineastas das décadas de 1970 e 1980 como Steven Spielberg, Roman Polanski, George Cukor e William Friedkin.

+++LEIA MAIS: Harrison Ford não quer que ninguém o substitua como Indiana Jones

Além da indústria cinematográfica, o estilista tinha uma carreira brilhante como figurinista de grandes produções da Broadway. Ao longo da trajetória, criou looks inesquecíveis - seja para os cinemas ou para peças teatrais.


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL


+++SAIBA MAIS: Oscar 2021: 5 papéis para conhecer Olivia Colman, indicada como Melhor Atriz Coadjuvante 

Concorrendo ao Oscar como Melhor Atriz Coadjuvante por Meu Pai (2020), Olivia Colman nasceu em Norwich, Inglaterra, em 1974. O primeiro papel grande foi na sitcomPeep Show (2003) e, desde então, participou de produções famosas, como a série The Crown (2016) e o longa A Favorita (2018), pelo qual ganhou o Oscar como Melhor Atriz em 2019. 

Colman estudou na Universidade de Cambridge, onde participou do grupo de teatro  Footlights. Nas audições, conheceu os criadores do Peep Show e logo entrou para o meio artístico, participando de diversas séries de comédia. Além do Oscar, também ganhou três Globo de Ouro e quatro Bafta. Confira cinco papéis para conhecer a carreira de Olivia Colman:

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 filmes para conhecer Amanda Seyfried, indicada a Melhor Atriz Coadjuvante por Mank [LISTA]


Broadchurch (2013)

A pequena cidade de Broadchurch se torna centro de uma investigação policial quando o corpo de um garoto de 11 anos é encontrado na praia. Agora, a policial Ellie Miller (Olivia Colman) e o detetive Alec Hardy (David Tennat) precisam trabalhar juntos para solucionar o caso. Colman foi indicada ao Emmy como Melhor Atriz pela série.


The Crown (2016)

The Crown acompanha a trajetória da Rainha ElizabethII desde os preparos para assumir o trono inglês até hoje. Colman interpreta a versão mais velha de Elizabeth, a partir da terceira temporada. A série tem uma ótima recepção da crítica e recebeu indicações ao Emmy e Globo de Ouro.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 filmes para conhecer a carreira de Maria Bakalova, indicada a Melhor Atriz Coadjuvante


Fleabag (2016)

Fleabag (Phoebe Waller-Bridge) é uma jovem britânica tentando lidar com os problemas do início da vida adulta, como relacionamentos, trabalho, família e vida sexual. Colman interpretou a madrasta de Fleabag. A série também foi escrita e criada por Waller-Bridge e recebeu 100% de aprovação da crítica especializada no Rotten Tomatoes.


A Favorita (2018)

Colman interpretou a Rainha Ana no longa ambientado na Inglaterra do século XVIII. Em A Favorita, Sarah Churchill(Rachel Weisz), a Duquesa de Marlborough, é conselheira e amante da Rainha, mas vê o posto ameaçado com a chegada da criada Abigail(Emma Stone), que conquistou a atenção da majestade.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 6 filmes para conhecer a carreira de Lakeith Stanfield, indicado a Melhor Ator Coadjuvante [LISTA]

O filme concorreu a nove Oscars, além de ser indicado ao Globo de Ouro, Bafta, SAG Awards e Festival Internacional de Cinema de Veneza.


Meu Pai (2020)

Anthony(Anthony Hopkins) é um senhor de 81 anos e mora sozinho em um apartamento em Londres. A filha Anne(Olivia Colman) tenta a todo custo ajudar o pai, contratando cuidadoras para supervisioná-lo, mas Anthony sempre dá um jeito de demiti-las. 

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: Conheça Meu Pai, filme com Anthony Hopkins indicado a Melhor Filme

Quando Anne decide se mudar para Paris com o novo namorado, o pai começa a mostrar ainda mais os sinais da velhice, não reconhecendo mais os familiares. O longa foi dirigido por Florian Zeller e possui cinco indicações ao Oscar2021.