Morre aos 44 anos Jon Brookes, baterista do Charlatans

O músico descobriu um tumor no cérebro em 2010

Rolling Stone EUA Publicado em 13/08/2013, às 11h03 - Atualizado às 11h21

Jon Brookes - Charlatans
Reprodução/ Facebook Oficial

Morreu na manhã desta terça, 13, aos 44 anos, o baterista Jon Brookes, que era do grupo britânico The Charlatans. Ele estava internado em um hospital da Inglaterra, de acordo com a BBC, recebendo tratamento para um tumor que tinha no cérebro.

"Jon era um baterista brilhante, uma inspiração, um membro fundador do Charlatans, parte de nossa família e um amigo para todos que fazem parte e que cercam a banda", diz um comunicado divulgado pelo grupo. “Perder alguém que sempre foi tão cheio de vida é uma tragédia que será compartilhada por muitos. Estamos mandando bons pensamentos para Debbie e toda a família de Jon."

Brookes continuava trabalhando em material novo ao lado do Charlatans, apesar de ter passado por várias cirurgias, recentemente, incluindo uma em julho. Ainda que a banda tenha dito que sua operação mais recente tinha ido bem, Brookes havia ficado no hospital para continuar o tratamento. O baterista foi diagnosticado com o tumor depois que desmaiou no palco durante um show do Charlatans na Filadélfia, em 2010. Na época, foi substituído por Pete Salisbury, ex-Verve.

"Estamos arrasados”, disse no Twitter o vocalista do Charlatans, Tim Burgess, que também mandou amor e vibrações para a família dele.

O Charlatans se formou em 1989, na Inglaterra. Brookes estava no grupo desde o começo. O disco de estúdio mais recente deles é de 2010, Who We Touch, o décimo primeiro da carreira. Ao todo, o Charlatans teve 22 músicas no top 40 da parada britânica, incluindo "The Only One I Know" e "One to Another".