Morre aos 65 anos Wendy Leigh, autora da biografia de David Bowie

A jornalista foi encontrada no Rio Tâmisa, próximo do local onde morava

Redação Publicado em 02/06/2016, às 16h40 - Atualizado às 18h28

Wendy Leigh
Reprodução/Facebook

Wendy Leigh, autora da biografia de David Bowie (Bowie: A Biografia, lançada no Brasil em maio pela Editora BestSeller) morreu na última segunda, 30, em Londres. O corpo da jornalista foi encontrado no Rio Tâmisa, próximo ao local onde ela vivia, e a suspeita é de que ela tenha cometido suicídio.

David Bowie sofreu seis ataques cardíacos nos últimos anos, diz biógrafa

Segundo o site da revista norte-americana People, Wendy ainda estaria muito abalada pela morte da mãe, em dezembro de 2015. Recentemente, ela postou no Twitter um link para um artigo do jornal inglês The Times sobre depressão clínica. No tuíte, ela ainda cita uma passagem do texto, em que se lê abaixo: “Eu acordava chorando e ia dormir chorando. Ainda não havia entendido que estava deprimida.”

Autora de mais de 16 livros, Wendy também biografou personalidades como Patrick Swayze, John F. Kennedy e Arnold Schwarzenegger, que tentou processá-la por ter escrito, sem autorização, sobre as opiniões pró-nazismo que ele tinha quando jovem.