Morre aos 74 anos Bob French, baterista e DJ de Nova Orleans

Líder da Original Tuxedo Jazz Band também era apresentador de rádio

ROLLING STONE EUA Publicado em 14/11/2012, às 12h08 - Atualizado às 12h38

Robert "Bob" French
Reprodução / WWOZ FM

Robert "Bob" French, baterista e por muito tempo líder da Original Tuxedo Jazz Band e DJ de rádio, morreu nesta segunda, depois de uma longa batalha contra demência e complicações relacionadas à diabetes. As informações são do New Orleans Times-Picayune. Ele tinha 74 anos.

Tendo crescido cercado por música, Bob herdou a Original Tuxedo Jazz Band do seu pai, Albert “Papa” French, que tocava banjo. Enquanto o jovem filho inicialmente rejeitava a música do pai em favor do R&B, ele acabou, eventualmente, em um intenso estudo do jazz de Nova Orleans.

Sob sua liderança, o repertório da Original Tuxedo jazz Band aumentou. Ele levou o grupo de volta à Bourbon Street em 2009, quando ele conseguiu uma residência permanente nas noites de segunda na Irvin Mayfield's Jazz Playhouse, dentro do Royal Sonesta Hotel. Bob dizia para seu público que “poderiam fazer o que quiserem, exceto atrapalharem os músicos”. Era proibido filmar os shows, mas ele os encorajava a conversar e dançar. “Se o público estiver se divertindo, Bob estará também. Se você tem uma plateia que dança, é mais fácil tocar para eles – estão se divertindo por si mesmos.”

Bob também era conhecido como um sincero, muitas vezes controverso, DJ da rádio WWOZ FM , onde ele tocava jazz tradicional e local. No ar, Bob poderia ser tão perverso quanto engraçado: depois do Furacão Katrina, ele foi atrás de um do funcionário público eleito que ele entendeu que falhou com a cidade, e, uma vez, criticou duramente o reverendo Jesse Jackson e o prefeito Ray Nagin. Em outra ocasião, ele tentou conseguir um almoço grátis pago pelo antigo DJ da WWOZ Mike “Mr. Jazz” Gourrier.

Um dos mais celebrados trabalhos de Bob foi Marsalis Music Honors Bob French , que mostrava o baterista tocando standards ao lado de Branford Marsalis e Harry Connick Jr.. Em 2011, Bob deixou a bateria de lado, posto que foi ocupado pelo seu sobrinho, Gerald French, que agora lidera a banda.

“Eu faço várias coisas que eu não deveria fazer, mas ninguém consegue me parar”, diz Bob uma vez, na WWOZ. “Eu acho que é bom que alguém consiga fazer algo que não é automático. Eu não sou um robô. Eu sempre fui teimoso. Pergunte para qualquer ex-mulher minha.”