Morre aos 89 anos o comediante Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

Ele estava internado desde 3 de fevereiro em hospital no Rio de Janeiro

Redação Publicado em 26/03/2015, às 10h00 - Atualizado às 14h12

Ator Jorge Loredo morreu em 26 de março de 2015, no Rio de Janeiro
Reprodução/vídeo SBT

O comediante Jorge Loredo, conhecido pelo personagem Zé Bonitinho, morreu na manhã desta quinta-feira, 26, no Rio de Janeiro, aos 89 anos.

Ele estava internado desde 3 de fevereiro no Hospital São Lucas e acabou padecendo por falência múltipla de órgãos depois de passar anos com uma doença pulmonar obstrutiva crônica grave e com enfisema pulmonar.

Natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Loredo estreou como Zé Bonitinho no início da década de 1960, na extinta TV Rio.

Relembre:

“Hello, garotas do meu Brasil varonil”, “vou dar um tostão da minha voz”, “mulheres, atentem para o tilintar das minhas sobrancelhas”, foram alguns dos bordões do “Perigote das Mulheres”.

Nos anos 1970, fez parte da Praça da Alegria com humoristas de destaque, entre eles Chico Anysio, Moacyr Franco e Ronald Golias. Chegou a participar de filmes de diretores como Rogério Sganzerla (Sem Essa, Aranha, de 1970, O Abismo, de 1977) e Arnaldo Jabor (“Tudo bem”, de 1978).

Loredo também foi atração como Zé Bonitinho da Escolinha do Professor Raimundo, de novo ao lado de Chico Anysio, e da Praça É Nossa, comandada por Carlos Alberto de Nóbrega. Recentemente, participou de O Palhaço, filme de Selton Mello (2011).

O velório dele ocorre nesta sexta-feira, 27, a partir das 9h, no Memorial do Carmo, bairro do Caju, Rio de Janeiro.