Morre, aos 97 anos, Pinetop Perkins

O pianista de blues se tornou no mês passado o artista mais velho da história a receber um Grammy

Da redação Publicado em 22/03/2011, às 10h57

Pinetop Perkins, pianista de blues, morreu aos 97 anos
AP

Morreu na última terça, 21, o pianista, cantor e lenda do blues Joe Willie "Pinetop" Perkins, aos 97 anos. De acordo com um comunicado oficial publicado no site do músico, ele morreu em casa, em Austin, Texas. O site da emissora BBC revelou que o músico acordou com dores no peito e foi vítima de uma parada cardíaca.

Perkins nasceu em Belzoni, Mississipi, e começou a carreira artística nos anos 20, tocando inicialmente guitarra. Em uma briga, lesionou os tendões do braço esquerdo e passou a investir no piano.

Por oito décadas, trabalhou com grandes nomes, fazendo turnês com Ike Turner e Muddy Waters, entre outros. Nos últimos anos, mesmo já bastante idoso, continuava na ativa, se apresentando com frequência em clubes de blues.

No mês passado, ele venceu o Grammy - não o seu primeiro - de melhor álbum tradicional de blues (por Joined at the Hip) e se tornou o artista mais velho da história a levar para casa o prêmio mais conhecido da indústria musical.

A nota em seu site oficial ainda informa que aqueles que quiserem honrar o legado de Perkins podem homenageá-lo doando dinheiro para sua fundação, que dá apoio a jovens que estão no início da carreira musical e fornece os cuidados necessários a artistas idosos. Veja abaixo Pinetop Perkins em ação: