Morre Bert Jansch

Influência de nomes como Neil Young, Johnny Marr e Jimmy Page, ex-violonista do Pentangle morreu na manhã desta quarta, 5, aos 67 anos

Redação Publicado em 05/10/2011, às 12h49 - Atualizado às 14h31

Bert Jansch
Divulgação/Site Oficial

O violonista Bert Jansch, mais conhecido por sua carreira na banda de folk dos anos 60 Pentangle, morreu na manhã desta quarta, 5, aos 67 anos, em decorrência de um câncer não especificado. Jansch foi inspiração para grandes nomes do rock, como Neil Young, Johnny Marr e Jimmy Page. As informações são do semanário britânico NME.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Jansch vinha lutando contra a doença há alguns anos e morreu em um centro de tratamento para pacientes terminais em Hampstead, ao norte de Londres. Ele já havia cancelado um show em Edinburgo em agosto, com a alegação de que não passava bem e precisaria de pelo menos uma semana no hospital. A volta de Jansch aos palcos aconteceu em 2010, com uma turnê pelos Estados Unidos com o músico Neil Young, que sempre se declarou um fã do violonista. “O que Jimi Hendrix foi para a guitarra, Bert Jansch foi para o violão”, diz Young no site oficial de Jansch. “E era meu favorito.”

A lista de admiradores notáveis do trabalho de Jansch é extensa, como Johnny Marr. “Ele reinventou completamente o jeito de tocar violão”, contou Marr. “Há pessoas que tocam e nem fazem ideia de que foram influenciadas por ele.”

Uma das últimas gravações de Bert Jansch pode ser ouvida no disco Shotter’s Nation (2007), do grupo britânico Babyshambles. Ele toca violão com Pete Doherty na última faixa do disco, “The Lost Art of Murder”. Seu primeiro álbum solo homônimo, lançado em 1965, foi citado por Jimmy Page, ex-guitarrista do Led Zeppelin, como uma influência primordial nos trabalhos acústicos da banda em discos como Led Zeppelin III (1970).