Morre Bob Guccione

Criador da revista para adultos Penthouse tinha 79 anos e sofria de câncer no pulmão

Da redação Publicado em 21/10/2010, às 13h09

Bob Guccione, criador da Penthouse, morreu aos 79 anos
AP

Bob Guccione, fundador da revista voltada ao público adulto Penthouse, morreu aos 79 anos, nesta quarta, 20, de câncer no pulmão, em Plano, no Texas.

Nascido no Brooklyn, Guccione estava trabalhando na Inglaterra como jornalista quando o sucesso da revista Playboy o inspirou na criação, em 1965, de uma publicação semelhante, com ensaios eróticos mais provocativos (ele é tido como o responsável pelo nu frontal nas revistas masculinas), que ofenderam a parte mais conservadora da sociedade. Apesar do baixo orçamento, a revista foi um sucesso e chegou aos Estados Unidos em 1969. Guccione e Hugh Hefner (a mente por trás da Playboy) competiam devido às revistas que criaram.

Em 30 anos, estima-se que a Penthouse tenha arrecadado cerca de US$ 4 bilhões. O auge da popularidade da publicação aconteceu em 1984, com um ensaio da então Miss Estados Unidos (hoje atriz e cantora) Vanessa Williams. Segundo números informados pela agência EFE, foram vendidos seis milhões de exemplares, com um faturamento de US$ 14 milhões. Após ter posado nua, Williams foi forçada a renunciar o posto.

A expansão da pornografia na internet, e outros investimentos malsucedidos, prejudicou seus negócios e Guccione deixou a presidência da companhia Penthouse Internacional em 2004. Ele também é conhecido como um dos diretores de Calígula, longa-metragem de 1979 considerado um clássico do gênero erótico e uma das produções mais polêmicas do cinema, que conta no elenco com Malcolm McDowell e Helen Mirren. Contando com cenas de sexo explícito, o filme retrata as perversões que ocorriam no império romano sob o comando de Calígula. Guccione passou os últimos anos lutando contra o câncer.