Morre Cel Revuelta, ex-baixista do Black Flag, aos 56 anos

Câncer cerebral causou a morte do músico, que lutava contra a doença há dez meses

Redação Publicado em 08/05/2017, às 11h41 - Atualizado em 09/05/2017, às 11h27

Cel Revuelta
Reprodução/Facebook

Cel Revuelta, ex-baixista da Black Flag, morreu na última quarta-feira, 3, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A família comunicou a morte do artista em uma página da plataforma GoFundMe, que levantava fundos para cobrir as despesas médicas de Revuelta.

O músico tinha 56 anos e morreu por conta de um câncer cerebral que havia sido diagnosticado em julho do ano passado. Henry Rollins, ex-vocalista do Black Flag, confirmou a morte em uma publicação no Facebook na última sexta, 5. Veja o post abaixo:

A família compartilhou a notícia na página de crowdfunding, acompanhada da frase: “Hoje perdemos uma pessoa maravilhosa, nossos corações estão partidos. Ele lutou até o último momento. Sempre o amaremos e sentiremos sua falta.“

A campanha, criada em fevereiro, pedia contribuições para os custos médicos de Revuelta. A partir de agora, os fundos levantados na página irão cobrir também as despesas do funeral do músico. A família, que pretende conseguir US$10 mil, já arrecadou US$ 6.535 com a ajuda de fãs, amigos e colegas de trabalho.

Revuelta não participou de nenhum disco do Black Flag, mas fez parte da segunda formação do grupo. O artista entrou para a banda em 1986, quando passou a ocupar o posto de baixista no lugar de Kira Roessler. Ele se juntou novamente ao grupo em 2003, ao lado do primeiro guitarrista do Black Flag, Greg Ginn.

O baixista também apareceu no documentário Reality 86’d (1991), de Dave Markey, ao lado de Rollings, Ginn e do baterista Anthon Martinez, que formavam a banda em 1986. O longa mostra o grupo na estrada durante a turnê do disco In My Head, sexto álbum do Black Flag, lançado em 1985.