Morre Deodato Borges, quadrinista criador do personagem Flama

Artista estaria presente na Brasil Comic Con, realizada no próximo mês de novembro

Redação Publicado em 25/08/2014, às 17h07 - Atualizado às 18h52

Deodato Borges
Divulgação

Morreu nesta segunda-feira, 25, o quadrinista e jornalista Deodato Borges, criador do personagem Flama, de As Aventuras do Flama (1963), considerado o registro mais antigo dos quadrinhos na Paraíba. Borges tinha 80 anos e era pai de um dos maiores quadrinistas do Brasil, Mike Deodato Jr., que hoje atua na Marvel.

Edição 94: São Paulo se prepara para receber as duas primeiras grandes feiras de cultura pop do país.

De acordo com o Jornal da Paraíba, Borges morreu no hospital da Unimed, em João Pessoa, às 12h50, em decorrência de uma parada cardíaca. Ele tinha câncer nos rins e se recuperava bem de uma cirurgia realizada na última quinta, 21.

Considerado uma lenda dos quadrinhos brasileiros, Deodato Borges estava confirmado como uma das atrações da Brasil Comic Con, que acontece nos próximos dias 15 e 16 de novembro, em São Paulo. Ao lado do filho, ele participaria dos dois dias de evento.

Borges ganhou destaque nos anos 1960, quando lançou a revista As Aventuras do Flama, inovando ao utilizar o padrão norte-americano (17,5 x 25 cm). A publicação tinha 40 páginas, com capa dura e imagens em preto e branco. A primeira edição foi lançada em março de 1963.

A revista surgiu como uma propaganda da série de rádio homônima, comandada por Borges e transmitida pela Borborema AM, de Campina Grande (cidade natal dele), em 1961. As Aventuras do Flama era dada como brinde aos ouvintes do programa e logo angariou uma legião de fãs.

Veja abaixo a capa de As Aventuras do Flama: