Morre George Jackson, compositor de "Old Time Rock & Roll", aos 68 anos

O legado do cantor e compositor nascido no Mississippi também inclui músicas cantadas por Tina Turner, James Brown, Wilson Pickett e Clarence Carter

Rolling Stone EUA Publicado em 15/04/2013, às 14h31 - Atualizado às 14h40

George Jackson - In Memphis 1972-77
Reprodução

O cantor e compositor George Jackson, coautor de "Old Time Rock & Roll", hit cantado por Bob Seger, morreu neste domingo, 14, em sua casa localizada em Ridgeland, Mississippi, nos Estados Unidos. Ele tinha 68 anos. George lutava contra um câncer há um ano, noticiou a Billboard norte-americana.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Ele nasceu em Indianola, também no Mississippi, onde começou a compor enquanto ainda era adolescente. Foi Ike Turner quem levou o músico ao estúdio de Cosimo Matassa, líder do R&B de Nova Orleans, em 1963, para que ele gravasse a primeira canção. George esteve na ativa durante os anos 60, gravando dúzias de singles e trabalhando em Memphis, mas seu sucesso veio ao trabalhar no FAME Studios, em Shoals, Alabama. Ele também trabalhou no rival local deles, o Muscle Shoals Sound Studios, mas depois acabou voltando para Memphis. A Muscle Shoals Sound foi comprada pela Malaco Records e George passou a trabalhar para eles como compositor.

Algumas das músicas dele se tornaram grandes hits nos anos 70. The Osmonds gravou "One Bad Apple" e a faixa atingiu o primeiro lugar nas paradas da Billboard. Em 1978, ele compôs a música "Old Time Rock & Roll", ao lado de Thomas Jones III, que viria a ser gravada por Bob Seger.

Outros artistas executaram canções de George Jackson, como Ike e Tina Turner, James Brown, Wilson Pickett e Clarence Carter. Ele escreveu o memorável hit de Z.Z. Hill “Down Home Blues". Embora as gravações das performances vocais deles tenham se espalhado pelos anos lançando singles e registros perdidos, algumas compilações conseguiram reuni-las, incluindo a coletânea Don't Count Me Out, que relançou as gravações do período no FAME Studios, e In Memphis 1972-77 (foto acima).