Morre Jimmy Scott, icônico cantor de jazz que participou de Twin Peaks

O músico norte-americano tinha 88 anos e foi o “único cantor que me fez chorar”, segundo Madonna

Redação Publicado em 14/06/2014, às 14h42 - Atualizado às 16h14

Jimmy Scott
Chad Rachman/AP

O cantor de jazz norte-americano Jimmy Scott, conhecido por ter uma voz que alcança tons incrivelmente altos, morreu na última quinta, 12, em sua casa, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. Jeanie Scott, esposa do músico, afirmou que ele morreu enquanto dormia, e que a causa foi uma parada cardíaca, de acordo com o site do jornal The New York Times.

Twin Peaks, Breaking Bad e outras séries são "simpsonizadas" por ilustrador belga.

Scott tinha uma deficiência genética hormonal rara, que fez com que sua voz soasse diferente dos outros músicos de jazz e soul. Ele inclusive chegou a ser definido como “o único cantor que me fez chorar” por Madonna. Segundo Jeanie, o marido havia parado de fazer turnês há dois anos, mas continuava gravando. Ele tinha 88 anos.

Nascido em Cleveland (Ohio, nos Estados Unidos), em 17 de julho de 1925, James Victor Scott teve uma carreira de altos e baixos, alternando momentos de sucesso e outros de obscuridade, quando lançou poucos discos. Scott ficou conhecido nos anos 1950 e na década seguinte, entretanto, passou entre 1975 e 1990 sem lançar um álbum sequer.

Por causa do problema hormonal – que causou a paralisação no desenvolvimento da voz, deixando-a “fina” durante a vida inteira – o jeito de cantar um tanto quanto andrógino foi a principal marca de Scott, tendo influenciado uma grande leva de artistas, como Marvin Gaye, Frankie Valli, Nancy Wilson, Billie Holiday e Dinah Washington. Ray Charles chegou a comentar que “Jimmy fazia soul antes mesmo de as pessoas começarem a usar a palavra para denominar esse tipo de música”. O "pequeno" Jimmy Scott também faz parte da lista de melhores cantores de todos os tempos de Axl Rose, vocalista do Guns N' Roses.

Veja a lista de melhores cantores de todos os tempo de Axl Rose, que inclui Jimmy Scott.

O maior sucesso de Scott é a balada “Everybody’s Somebody’s Fool”, de 1949, que, curiosamente, na época, poucas pessoas sabiam que era cantada por ele. Apesar de ser um hit, a canção foi creditada como “Lionel Hampton, vocal com orquestra” na gravadora, sem citações a Scott. O músico ainda participou da série norte-americana Twin Peaks – cantando a faixa “Sycamore Trees”, escrita por David Lynch – e chegou a sair em turnê com Lou Reed, após ter contribuído com vocais no álbum Magic and Loss (1992), de Reed.

Veja abaixo o hit “Everybody’s Somebody’s Fool”, e a seguir, a performance de “Sycamore Trees” em Twin Peaks, a colaboração de Scott e Lou Reed na faixa “Satellite of Love”, uma cover emocionante de “Jealous Guy”, lançada por John Lennon no álbum Imagine, e, por fim, uma apresentação ao vivo da voz potente de Jimmy Scott, cantando “Time After Time”.