Morre Joe B. Mauldin, baixista do The Crickets

Banda que acompanhou Buddy Holly ajudou a estabelecer o rock & roll como gênero nos Estados Unidos

Rolling Stone EUA Publicado em 11/02/2015, às 12h36 - Atualizado às 17h34

Joe B. Mauldin, o primeiro de baixo para cima, morreu no último sábado, 7, aos 74 anos.
Divulgação

Joe B. Mauldin, baixista do Crickets, umas das bandas precursoras do rock & roll nos Estados Unidos, morreu no último sábado, 7, aos 74 anos. A informações foi revelada apenas nesta quarta, 11, através de um comunicado oficial divulgado pela família do músico. A causa da morte foram complicações em decorrência de um tratamento de câncer.

Time de Estrelas Celebra Buddy Holly.

Nascido no Texas, Joseph Benson Mauldin tinha 17 anos quando começou a tocar com o lendário Buddy Holly, cuja música misturava o sotaque texano com a varredura e arrogância de rockabilly. Na ocasião, Holly tentava se recuperar após uma tentativa fracassada de fechar um acordo com a Decca.

A gravadora havia contratado o cantor em 1956, pagando por três sessões de gravação em Nashville. Insatisfeitos com o conteúdo, dispensaram Holly no início de 1957, ameaçando processar o artista caso gravasse as mesmas canções por outro selo. Holly desobedeceu o combinado e regravou as faixas, mas conseguiu se livrar de um processo por lançá-las como banda, The Crickets, que também contava com Jerry Allison (bateria) e Niki Sullivan (guitarra).

Com a saída de Sullivan após o primeiro ano, Mauldin e Allison se tornaram o alicerce rítmico do The Crickets. Juntos, os músicos representavam dois polos distintos da música de Holly. Jerry Allison tinha de gravar a bateria das músicas em outra sala, devido à força com a qual tocava o instrumento. Já Mauldin trazia consigo inúmeras referências country.

Os últimos dias de Buddy Holly.

O baixista deixou a banda brevemente durante a década de 1960. Sullivan chegou a se juntar ao exército norte-americano em 1964. Foi dispensado em 1966 e mudou-se para Los Angeles onde trabalhou no estúdio Gold Star. Em meados da década de 1970, Mauldin voltou ao Crickets, banda que teve o nome dos integrantes gravados no Hall da Fama do Rock & Roll em 2012. Ele permaneceu com o grupo até o último sábado, quando perdeu a luta contra o câncer.