Morre José Alencar

Após mais de uma década lutando contra o câncer, o ex-vice-presidente morreu nesta terça, 29, aos 79 anos

Da redação Publicado em 29/03/2011, às 16h57

O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu em São Paulo aos 79 anos
AP

O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu nesta terça, 29, aos 79 anos, em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Ele estava internado no Sírio-Libanês, em São Paulo, desde a última segunda, 28. Alencar tinha câncer e lutava contra a doença há mais de 13 anos, já havia sido hospitalizado diversas vezes e passado por mais de 15 cirurgias. As informações são dos sites dos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

Nascido em Muriaé, interior de Minas Gerais, em 1931, José Alencar Gomes da Silva teve seu primeiro emprego aos 14 anos, como balconista em uma loja de tecidos. Anos mais tarde, tornou-se proprietário da própria empresa têxtil.

Em 1967, o empresário abriu a Coteminas, uma das maiores indústrias de tecido do Brasil. Seu sucesso como administrador abriu portas para que pudesse atuar na política: começou sendo eleito presidente da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) e fez contatos a partir daí.

Em 1993, ele se filiou ao PMDB e, já em 1994, se candidatou ao cargo de governador de Minas, mas terminou a corrida eleitoral em terceiro lugar. Somente quatro anos mais tarde conseguiu se eleger senador federal pelo seu estado.

Em 2002, já integrando o PL, foi escolhido para ser o vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que saiu do processo eleitoral vencedora. Dois anos mais tarde, Alencar assumiu paralelamente ao cargo de vice-presidente o de Ministro da Defesa, no qual seguiu até 2006. No mesmo ano, ele e Lula foram reeleitos e ganharam o direito de atuar como vice e presidente, respectivamente, até o fim do ano passado.