Morre a lenda do jazz George Duke, aos 67 anos

O tecladista norte-americano era fã de música brasileira e teve uma carreira prolífica ao longo de cinco décadas

Redação Publicado em 06/08/2013, às 12h42 - Atualizado às 13h15

George Duke
Gerald Herbert/AP

Morreu na última segunda, 5, aos 67 anos, o tecladista e lenda do jazz George Duke. A informação é do NPR.

Ao longo de cinco décadas de carreira e muitos passeios por diferentes gêneros musicais, ele lançou incontáveis álbuns (o próprio artista não conseguia saber quantos) e trabalhou ao lado de artistas como Miles Davis, Barry Manilow, Frank Zappa e George Clinton.

Duke era muito fã de música brasileira, ao ponto de ter vindo ao Rio de Janeiro, em 1979, gravar junto a Flora Purim, Milton Nascimento e Airto Moreira o álbum A Brazilian Love Affair, que acabaria se tornando um de seus maiores sucessos.

Há pouco mais de um ano, a esposa de Duke morreu de câncer e ele ficou arrasado, tendo se afastado da música. Mas no início do mês, ele havia lançado o disco DreamWeaver, uma espécie de tributo a ela.

Segundo Scherrie Payne, do grupo Supremes, Duke morreu no hospital St. John, em Los Angeles. Ele deixa dois filhos, Rasheed e John. A causa da morte não foi revelada.