Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Obituário

Morre Lionel Dahmer, pai do serial killer Jeffrey Dahmer, aos 87 anos

Nascido em 29 de julho de 1936, Lionel Dahmer lançou um livro, intitulado A Father's Story, que contava a relação dele com o filho serial killer

Lionel Dahmer era pai do serial killer (Foto: Reprodução)
Lionel Dahmer era pai do serial killer (Foto: Reprodução)

Químico pesquisador e pai do serial killer Jeffrey Dahmer, Lionel Dahmer morreu aos 87 anos, no condado de Medina, Ohio, sob cuidados paliativos. Um funcionário do Medina County Health Department foi notificado da morte dele na última terça, 5. Depois, o New York Post confirmou a notícia.

A causa da morte de Lionel, que teve outro filho, chamado David Dahmer, não foi revelada até o momento. Ele começou a aparecer publicamente após Jeffrey ser pego pelo assassinato de 17 homens e garotos, que aconteceram entre 1978 e 1991. Vale lembrar como ele escreveu um livro, intitulado A Father's Story (1994), sobre os crimes cometidos pelo filho.

+++LEIA MAIS: Dahmer: Advogado de sobrevivente comenta o caso: 'Destruiu a vida dele'

Por conta da forma assustadora como matava as vítimas, além de cometer desmembramento e canibalismo, Jeffrey Dahmer também ficou conhecido como Canibal de Milwaukee. A história dele foi contada em algumas produções de Hollywood, como a série Dahmer: Um Canibal Americano, da Netflix, e o filme My Friend Dahmer.

Nascido em West Allis, Wisconsin, no dia 29 de julho de 1936, Lionel Herbert Dahmer era filho de Herbert Walter Dahmer, professor de matemática e barbeiro, e Catherine Jemima Hughes. Ele estudou nas escolas locais da cidade e teve um infância tranquila.

+++LEIA MAIS: Dahmer: site proíbe venda de fantasias do serial killer no Halloween

Em 1954, ele ingressou na Universidade de Wisconsin-Madison e se recebeu bacharelado em química em 1959. No final daquele ano, casou-se com Joyce Annette Flint, que viria a ser mãe de Jeffrey. Em A Father's Story, ele relembrou dificuldades no casamento com Joyce.

Após Jeffrey Dahmer nascer, Lionel era um pai ausente e justificava a falta de presença nas responsabilidades acadêmicas e longos turnos de trabalho. Em 1962, ele chegou a receber título de Mestre em Ciências pela Universidade Marquette. Já em outubro de 1966, na Universidade Estadual de Iowa, ele se tornou Doutor em Filosofia.

+++LEIA MAIS: Dahmer: Um Canibal Americano: Mãe de vítima critica vitória de Evan Peters no Globo de Ouro

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!