Morre Maria von Trapp, da família que inspirou A Noviça Rebelde, aos 99 anos

Ela era a terceira filha do casal Georg von Trapp e Agathe Whitehead von Trapp, que fugiu com a família dos nazistas que invadiram a Áustria

Rolling Stone EUA Publicado em 24/02/2014, às 10h08 - Atualizado às 10h22

Maria von Trapp
Kerstin Joensson/AP

Maria von Trapp, a última integrante viva do grupo musical familiar que inspirou A Noviça Rebelde, morreu na quinta-feira, 20, aos 99 anos. As informações são da agência Associated Press. O meio-irmão mais novo dela, Johannes von Trapp, confirmou que ela morreu na casa onde morava em Vermont, onde a família se estabeleceu após escapar da Áustria ocupada pelos nazistas.

Maria era a terceira filha do casal Georg von Trapp e Agathe Whitehead von Trapp de um total de sete. Depois que Agathe morreu, Georg casou de novo e, a segunda esposa, Maria Augusta von Trapp, ensinou música às crianças. A família saiu de Salzburg em 1938 depois da invasão nazista e começou a fazer turnê pela Europa como um grupo de canto. Depois de três meses de turnê pelos Estados Unidos, a família Trapp se estabeleceu em Vermont e, depois, abriu uma estação de esqui.

Em 1949, Maria Augusta, que originalmente conheceu os Trapp como tutora das crianças, escreveu o livro contando a história da vida dela ao lado da família e a fuga deles. Em 1959, Richard Rogers e Oscar Hammerstein lançaram o musical The Sound of Music [no Brasil, conhecido como A Noviça Rebelde], baseado no livro de Maria Augusta. O musical virou filme em 1965, com Julie Andrews e Christopher Plummer. A personagem de Maria von Trapp, chamada Louisa no filme, foi interpretada por Heather Menzies Urich.

O musical, que foi recriado com produção da NBC estrelado por Carrie Underwood, em dezembro, se tornou um clássico e a família von Trapp ganharam medalhas de honra dada pela cidade de Salzburg em 1998, por serem responsáveis em levar tantos turistas para a região.

Maria von Trapp fazia a voz de segundo soprano e, depois, tocou acordeão e ensinou flauta no acampamento musical da família em Vermont. Na biografia dela no site Trapp Family Lodge, von Trapp relembrava o papel que a música exerceu na infância dela. “Algumas vezes, nossa casa deveria ter soado como um conservatório musical”, escreveu ela. “Você nos ouviria tocando piano, violino, violão, violoncelo, clarinete, acordeão e, depois, flautas. Nós nos juntávamos à noite para tocar canções folclóricas vianenses com nossos instrumentos, liderados por nosso pai ao violino.”