Morre Marlene, cantora da era de ouro do rádio no Brasil

Causa da morte foi falência múltipla de órgãos

Redação Publicado em 13/06/2014, às 19h07 - Atualizado em 14/06/2014, às 12h40

-
Steferson Faria/Divulgação

Morreu nesta sexta-feira, 13, a cantora Marlene, figura icônica da época de ouro do rádio no Brasil. Segundo o jornal O Globo, ela estava internada há alguns dias por conta de uma queda. A causa da morte foi falência múltipla de órgãos. Marlene, nascida Victoria de Martino Bonaiute, tinha 91 anos.

Ela iniciou a trajetória como cantora de rádio aos 16 anos, no programa Hora do Estudante, da Bandeirantes. Ao todo, gravou mais de quatro mil canções, se firmando como uma das maiores estrelas da época de ouro do rádio brasileiro, ao lado de Emilinha Barba. Entre seus maiores hits estão “Lata D’Água na Cabeça”, “Zé Marmita”, “Sapato de Pobre”.

Além de ter o próprio programa de rádio, Marlene, Meu Bem, a cantora também transitou pelo teatro, cinema e televisão. Um de seus trabalhos mais recentes foi lançado em 2007: o disco e DVD Marlene, a Rainha e os Artistas do Rádio.