Morre Millôr Fernandes

O escritor morreu em decorrência de falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca

Redação Publicado em 28/03/2012, às 11h11 - Atualizado às 18h10

Millôr Fernandes
Divulgação

Atualizada às 13h48

Morreu na noite da última terça, 27, o escritor carioca Millôr Fernandes. Segundo o portal G1, ele foi vítima de falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca. Millôr morreu em casa, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, de acordo com o que revelou o filho do escritor, Ivan Fernandes.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O velório acontecerá na próxima quinta, 29, entre 10h e 15h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária do Rio. O corpo será cremado em seguida.

Millôr nasceu em 16 de agosto de 1923, embora em sua certidão de nascimento esteja registrada a data de 27 de maio de 1924 (o documento tinha ainda outro erro: Millôr deveria ter sido registrado como Milton). Ele ficou mais conhecido como escritor, mas era desenhista, jornalista, dramaturgo e tradutor. Também foi um dos maiores tradutores de peças de Shakespeare no país.

Começou a carreira como colaborador da revista O Cruzeiro quando tinha somente 14 anos. Na década de 60, foi um dos fundadores do lendário O Pasquim, jornal revolucionário de papel importantíssimo na luta contra o regime militar no Brasil.