Morre o baterista Ricky Lawson, que tocou com Michael Jackson e Eric Clapton, aos 59 anos

No último dia 13 de dezembro, o músico ficou desorientado durante um show e, no hospital, foi diagnosticado com um aneurisma

Redação Publicado em 26/12/2013, às 12h10 - Atualizado às 12h13

First Things 1st.
Reprodução

Baterista que gravou, entre tantas canções, “I Will Always Love You”, grande hit de Whitney Houston, Ricky Lawson morreu nesta segunda-feira, 23, em um hospital de Los Angeles, após sofrer um aneurisma cerebral.

O músico de 59 anos estava em um show no dia 13 de dezembro quando ficou desorientado. Levado ao hospital, Lawson teve o aneurisma detectado e foi internado.

Paul Riser, tio de Lawson, afirmou que baterista foi mantido vivo por aparelhos ao longo de 10 dias. Ele morreu por volta das 19h, horário local.

Durante a carreira, Lawson tocou com grandes nomes do pop e rock, como Michael Jackson, Eric Clapton, Phil Collins, Al Jarreau, George Benson, Bette Midler, Quincy Jones e Whitney Houston.

Nascido em Detroit, ele começou a tocar bateria aos 16 anos. Na década de 80, já era considerado um dos melhores bateristas de estúdio dos Estados Unidos. Com “Andy You Know That”, do Yellowjackets, em 1986, Lawson ganhou o Grammy por Melhor Performance Instrumental.

Apenas no final da carreira, Lawson começou a gravar discos próprios. Foram eles: First Things 1st (1999), Ricky Lawson and Friends (2001, na foto acima), Pride & Joy (2002) e Christmas with Friends (2008).

Assista ao solo dele durante a turnê Bad, de Michael Jackson, gravado em 1987: